05/04/2016 14h24 – Atualizado em 05/04/2016 14h24

A temática foi exposta por uma equipe de profissionais da Rede de Proteção Especial, juntamente com o Ministério Público

Assessoria

No intuito de capacitar as equipes psicossociais da Rede de Proteção Especial, trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), Ongs e Conselheiros de Direito, a Secretaria Municipal de Assistência Social realizou na manhã desta terça-feira (05), no plenário da Câmara Municipal, mais uma capacitação. Desta vez, o tema foi o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) Direitos e Deveres: Conhecendo a Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente do Município de Três Lagoas.

A temática foi exposta pela Doutora Ana Cristina, do Ministério Público; Doutor Marcos Vieira, Marisa Paro, Jaqueline de Sousa e Sheila Regina, do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas. A finalidade foi capacitar os trabalhadores quanto às medidas protetivas de direito e consolidar os aspectos legais referentes à aquisição e melhoria de sua aplicação nos instrumentais de serviço no dia a dia.

A capacitação tratou sobre a criança e adolescente em situação de risco em Três Lagoas, além de considerações sobre o ECA e contou ainda com estudo de caso: atendimento de Criança e de Adolescente.

“Fico feliz que essa capacitação traga o estudo de caso, pois assim as participantes tem uma melhor visão de como reagir em campo e no empenho da sua função. Isso é muito importante”, comentou Ana Cristina.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

A temática foi exposta por uma equipe de profissionais da Rede de Proteção Especial, juntamente com o Ministério Público. (Foto: Assessoria)

Comentários