24/10/2015 07h40 – Atualizado em 24/10/2015 07h40

A crise econômica brasileira e a ameaça chinesa foram os assuntos abordados pelo doutor em política econômica e consultor da CNI, Reynaldo Rubem, nesta sexta-feira (23/10)

Assessoria

Reunião aconteceu no Pavilhão de Eventos Dom Teodardo Leitz, em Dourados (MS), durante o Dia do Empresário da Indústria, realizado pela CNI e Fiems, no âmbito do PDA (Programa de Desenvolvimento Associativo), em parceria com Sebrae/MS e Simmme.

Aumento da inflação, comércio com poucas vendas, indústria com dificuldade estão ocorrendo por uma série de fatores, conforme Reynaldo Rubem, que salientou que tal cenário também tem relação com o contexto internacional em função da crise de 2008 seus desdobramentos. “A indústria vem perdendo participação, competitividade e tem vários fatores que explicam isso, tais como taxa de câmbio, taxa de juros, ambiente de negócios muita burocracia, entre outros”, afirmou.

Além disso, de acordo com ele, tem a questão do papel da China no mundo. “Ela tem conseguido lidar com a crise de forma totalmente diferente e tem uma série de vantagem que o Brasil não tem”, explicou, ressaltando a necessidade da união dos empresários para que juntos possam buscar soluções. “É na indústria que se gera emprego de qualidade, ali se investe em inovação em produtividade, então o trabalhador da indústria é diferenciado o País que não fortalece indústria não fortalece seu desenvolvimento”, declarou.

REPERCUSSÃO

Para o 2º vice-presidente regional da Fiems, Sidnei Pitteri, a palestra foi esclarecedora e mostrou os dados sobre a economia brasileira. “São informações que precisam ser esclarecidas e o industrial da região conseguiu tais dados, o que vai permitir compreender o que está ocorrendo no Brasil e na economia mundial. Nesse sentido é importante que o empresariado esteja unido na entidade representativa para ter força de movimentar a economia do país”, declarou.

O empresário Paulo Sérgio Maioque apontou que os esclarecimentos do palestrante foram imparciais. “Ele sintetizou tudo de uma forma apolítica, trazendo as causas reais do que está havendo no Brasil, que envolve aspectos governamentais, mas também tem relação com a crise global. Conseguimos perceber verdadeiro motivo da crise que está aí. A iniciativa foi muito boa e nós temos mesmo de fortalecer as federações e os sindicatos”, disse.

Thamires dos Santos Oliveira, também empresária, salientou a importante oportunidade oferecida aos empresários de Dourados e região. “É uma grande oportunidade para nós empresários, pois um evento como este amplia nosso conhecimento e trazendo estratégias dentro do nosso ramo”, declarou. O acadêmico de Engenharia, Márcio Hirade, também ficou satisfeito em ter participado do evento. “A iniciativa da Fiems permite que os empresários recebam informações e possam compreender melhor o cenário atual”, analisou.

(*) Assessoria Fiems

Iniciativa da Fiems permite que os empresários recebam informações e possam compreender melhor o cenário atual (Foto:Assessoria)

Comentários