26 C
Três Lagoas
sábado, 25 de junho, 2022
InícioIndústria & ComércioIndústriaEm fase de adesão, Programa de Transformação da Indústria alavanca desempenho de...

Em fase de adesão, Programa de Transformação da Indústria alavanca desempenho de empresas

O pesquisador industrial Pedro Henrique Franco ressaltou que esse processo é o primeiro passo para entender como ajudar o negócio

Criado com a finalidade de impulsionar a produtividade nas indústrias sul-mato-grossenses por meio de projetos de pesquisa e desenvolvimento científico, o PTI (Programa de Transformação da Indústria) do Sistema Fiems está em fase de adesão das empresas. Os interessados podem acessar o site http://ptifiems.com.br/ ou se cadastrar pelo WhastApp (67) 99224-9826.

O foco é a promoção de ações para alavancar o desempenho e a produtividade de micro e pequenas indústrias. Para isso, representantes do Sistema Fiems visitam as indústrias para um diagnóstico das principais dificuldades e demandas e, por meio de um trabalho conjunto entre Sesi, Senai e IEL, apresenta as soluções para o negócio.

Uma das empresárias que aceitou o desafio e recebeu a equipe de pesquisa foi a diretora do Laticínio Tradicional, em Sidrolândia, Milene Nantes. A pequena indústria familiar localizada na zona rural da cidade existe desde 1997 e emprega cinco pessoas. Com capacidade para produzir até 10 mil litros de leite pasteurizado por dia, Milene quer ampliar e diversificar a produção e para isso vai contar com a ajuda do programa para melhorar as estratégias dentro da indústria.

A coordenadora do PTI, Claudia Moreira Borges, explicou que a empresa deseja ampliar a produção. “Vamos estudar estratégias de inovação, pensar na modelagem desse novo produto e claro, a questão de mercado, vamos buscar dentro do Sesi, Senai e IEL as soluções para apoiar essa empresária”, explicou.

Ainda conforme Claudia Borges, cada indústria possui um desafio específico, por isso, a coordenadora explica a importância da visita e da pesquisa para conhecer caso a caso. “Mais de 90% das nossas indústrias são micro e pequenas, portanto precisamos de um olhar diferenciado para esses empresários, o programa precisa primeiro entender quais as necessidades dessas empresas e, por meio dessas demandas, estruturá-las para melhorar a produtividade, melhorar os resultados e capacitar a mão de obra”, reforçou.

Na primeira visita, além de conhecer a empresa, a equipe aplica um questionário para entender melhor como a indústria funciona e age diante de quatro pilares. O pesquisador industrial Pedro Henrique Franco ressaltou que esse processo é o primeiro passo para entender como ajudar o negócio. “Nesse questionário nós exploramos quatro áreas: a de pessoas, gestão, saúde no trabalho e de inovação, isso nos ajuda a nortear as necessidades da empresa e como vamos ajudá-la a resolver cada desafio”, detalhou.

Para a empresária Milene Nantes, a adesão ao programa será fundamental para o processo de crescimento da indústria. “Nós estamos em um momento de transformação, o PTI chegou na melhor hora, para nos ajudar a fazer as mudanças necessárias para melhorar nossa produção. Nós temos buscamos essa assistência junto aos programas da Fiems, com o Sesi, Senai, IEL e esse suporte tem sido essencial para nos ajudar nessa transformação que estamos buscando”.

Serviço – Mais informações sobre o PTI pelo site  http://ptifiems.com.br/ ou pelo WhastApp (67) 99224-9826

(*) Assessoria de Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.