04/10/2015 14h18 – Atualizado em 04/10/2015 14h18

Quatro crianças e quatro adultos, dos quais, dois pastores morreram neste final de semana vítimas de acidentes ocorridos nas BR’s 163 e 262, causados por alta velocidade, embriagues e imprudência

Ricardo Ojeda, com informações

Por imprudências, alta velocidade e embriagues ao volante causaram a morte de oito pessoas nas rodovias federais de Mato Grosso do Sul. O primeiro final de semana do mês de outubro está sendo considerado pela Polícia Rodoviária Federal como um dos mais violentos já registrado pelo órgão. No sábado, por volta das 11 horas morreram duas crianças de 8 e 3 anos e a mãe das vítimas, na altura do KM 382, da PRF 163, no trecho entre Campo Grande a Nova Alvorada do Sul.

SUBMERSO

Segundo informações da PRF, Mauro Luiz Pereira da Costa, de 39 anos conduzia uma Hilux, com placas de Osasco (SP), e seguia sentido Nova Alvorada do Sul para Campo Grande, quando na altura do quilometro 382, perdeu o controle do carro, caindo no Rio Santa Luzia. O veículo ficou submerso, enquanto o corpo da mulher identificada A.N.C, de 36 anos ficou preso nas ferragens.

AQUAPLANAGEM

As duas crianças só foram encontradas horas depois por equipes do Corpo de Bombeiros que fizeram buscas pelo local. Uma estava debaixo dos destroços do automóvel, enquanto o corpo da segunda criança foi encontrado uns 300 metros, seguindo o curso da água do rio. O condutor teve lesões leves e foi levado para receber atendimento médico no hospital de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com informações repassadas pela PRF, a causa do acidente foi aquaplanagem, devido a velocidade incompatível e as condições chuvosa no momento. Outra informação que está sendo apurada pela PRF é que é mulher estaria dirigindo o veículo.

MAIS CINCO MORTES

Já na noite de sábado, outro acidente, desta vez com cinco mortes aconteceu na BR 262, no quilometro 171, entre Ribas de Rio Pardo a Água Clara. Um Fiat Palio conduzido por Roberto Benites seguia para Ribas do Rio Pardo e colidiu frontalmente com Renault Sandero, dirigido por Hellen Rolon de Sousa Duarte, que seguia para Três Lagoas. Deste acidente resultaram duas vítimas com lesões graves; sendo cinco vítimas mortas, das quais duas crianças; Lucas Duarte, de 12 anos e Gabriela Duarte de Souza, de 8 anos, o pai das crianças, pastor Wanderson Duarte e a pastora, Jocelise Pereira de Oliveira, que seguiam no Sandero e morreram carbonizados.

EMBRIAGUEZ

A condutora do veículo, Hellen Rolon de Sousa Duarte, mãe das crianças foi socorrida e levada em estado grave para o hospital. A quinta vítima fatal, era uma mulher e seguia como passageira no Fiat Pálio, conduzido por Roberto Benites.

Conforme registro das autoridades, as evidências apontam que o acidente foi causado por embriaguez ao volante do condutor do Fiat Palio, que invadiu a mão contrária de direção, vindo a colidir com Renault Sandero.

Segundo informações da PRF, o condutor encontrava-se com odor etílico e uma lata de cerveja foi encontrada dentro do veículo. A batida foi tão violenta que houve incêndio nos veículos, deixando três corpos carbonizados.

SEM CINTO DE SEGURANÇA

Dados repassados pela Polícia Rodoviária Federal informam que as crianças seguiam no banco de traz do Sandero e não usavam cinto de segurança. Os corpos das vítimas foram arremessados para fora do veículo.

Os corpos das cinco vítimas foram levados ao Instituto Médico Legal de Campo Grande e ainda não foram liberados.

HOMENAGENS

Hoje pela manhã foi celebrado um culto em homenagem aos pastores da Igreja Internacional da Graça de Deus em Três Lagoas e a noite deverá ser realizado outra celebração em homenagens às vítimas. Várias mensagens de amigos e fiéis da igreja estão publicando mensagens na página do Facebook do pastor, como essa publicada por, Eduardo Santos: Hoje amanhecemos um dia sem seu brilho costumeiro, perdemos nosso irmãos e colegas de ministério Pr. Wanderson Duarte e Pr. Jo Perreira, nessas horas somente nos resta saber que Deus é poderoso, e sabe de todas as coisas.

“E disse-me: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre, e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou.”
Muitas vezes não compreendemos, apenas temos que comer aquilo que Deus nos dá! Deus abençoe a família. O céu em festa recebendo nossos soldados, não perdemos amigos, colegas perdemos soldados/irmãos, mas a guerra ainda continua. Deus abençoe toda nossa família IIGD-MS cada dia mais forte!

Veículo Sandero onde viajava a família do pastor ficou destruído pelas chamas e no seu interior morreram carbonizados; Wanderson Duarte e pastora, Jo Pereira, enquanto as crianças foram arremessadas para fora do carro  (Foto: Divulgação )

Hellen Rolon de Sousa Duarte que conduzia o Sandero foi levado em estado grade ao hospital, enquanto o pastor Wanderson Duarte e os filhos, Lucas Duarte, de 12 anos e Gabriela Duarte de Souza, de 8 anos morreram no local (Foto: Facebook)

O veículo Hillux ficou submerso, enquanto o corpo da mulher identificada A.N.C, de 36 anos ficou preso nas ferragens (Foto: Divulgação)

Pela destruição dos veículos envolvidos na colisão dá para ter uma ideia da violência do impacto (Foto: Divulgação)

A pastora Jocelise Pereira de Oliveira seguia no Sandero e morreu carbonizada (Foto: Facebook)

Comentários