28/10/2013 11h07 – Atualizado em 28/10/2013 11h07

Profissionais chegaram em Campo Grande no fim de semana. Eles começam a atender na próxima segunda-feira (4).

Da Redação

Mato Grosso do Sul recebeu, no fim de semana, 22 médicos estrangeiros que participam da segunda etapa do programa Mais Médicos, do governo federal. Segundo o secretário de Saúde do estado, Antônio Lastória, os profissionais estão em Campo Grande e, durante esta semana, devem passar por uma capacitação. Na sexta-feira (1º), eles embarcam para as nove cidades onde devem atender, além da capital sul-mato-grossense.

Lastória disse que os profissionais devem conhecer a estrutura de atendimento e de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) oferecidos no estado antes de começarem a trabalhar.

Segundo informações do Ministério da Saúde, os 22 médicos começam a atender no estado na próxima segunda-feira (4). São dois profissionais em Bela Vista, cinco em Campo Grande, um em Caracol, um em Coronel Sapucaia, quatro em Corumbá, um em Japorã, um em Mundo Novo, um em Paranhos, quatro em Ponta Porã e dois em Tacuru.

A distribuição dos profissionais seguiu critérios técnicos, que deram prioridade às cidades em que é maior a parcela da população que depende completamente do atendimento ofertado pelo SUS e àquelas com alto percentual da população em situação de pobreza, conforme o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Ainda segundo informações do Ministério da Saúde, os profissionais foram avaliados durante três semanas por universidades federais do país. Foram testados os conhecimentos sobre a Língua Portuguesa e sobre os protocolos de atenção básica do SUS.

MAIS MÉDICOS

O programa Mais Médicos foi lançado em 8 de julho pelo governo federal. Os profissionais do programa recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo pagos pelo Ministério da Saúde. Os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação e moradia aos selecionados.

Os médicos estrangeiros que participam do programa só podem atender nas unidades básicas de saúde da rede pública.

(*) Com informações de G1 MS

Na sexta-feira (1º), eles embarcam para as nove cidades onde devem atender, além da capital sul-mato-grossense (Foto: Arquivo)

Comentários