02/09/2014 17h50 – Atualizado em 02/09/2014 17h50

Seis carros foram atingidos pelas chamas no sábado em Campo Grande. Por enquanto, depoimentos apontam para incêndio acidental, diz delegado.

Da Redação

A Polícia Civil já ouviu cinco donos dos seis carros incendiados no sábado (30) durante uma festa universitária no bairro Rita Vieira em Campo Grande. A principal hipótese para as causas do incêndio é de que o fogo tenha começado acidentalmente.

O delegado responsável pelas investigações, Tiago Macedo, titular da 4ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, disse que a polícia não descarta nenhuma das possibilidades e espera o resultado do laudo pericial que pode direcionar as investigações.

Entre as hipóteses para a causa das chamas está a de que algum guardador de carros ou participante da festa possa ter causado o incêndio depois de uma briga. As chamas também podem ter surgido do mato ao redor, que de acordo com moradores, foi queimado um dia antes. Mas a hipótese de que o incêndio tenha começado acidentalmente ganhou força após o depoimento de uma das vítimas.

O rapaz, dono de um dos carros incendiados, disse ao delegado que viu fuligem no solo no momento que estacionava o veículo. Ele teria perguntado ao guardador de carros se o fogo estava totalmente apagado e recebeu a resposta de que não haveria perigo.

“Esta fuligem, que estava bem próxima ao local onde estava estacionado este veículo, nos leva a crer que uma das motivações, uma das causas possíveis [do incêndio] seja o reacendimento desse foco, o que pode ter alastrado aos demais veículos e causado esses danos nesta proporção. Até porque as informações que nós temos é de que logo depois que o Corpo de Bombeiros debelou o incêndio ventava muito e isso corrobora com essa possibilidade, com essa vertente da investigação”, disse Macedo.

INCÊNDIO

Imagens gravadas de um celular mostram o momento em que as chamas atingem os veículos estacionados e a movimentação das pessoas assustadas com a cena. É possível também ouvir barulhos que parecem pequenas explosões. As imagens registram ainda o momento em que os bombeiros chegam ao local e começam a combater o fogo.

As chamas destruíram seis carros e danificaram outros dois. O local onde estavam os veículos é uma chácara sem muros com apenas uma construção abandonada. A área foi usada como estacionamento por causa de uma festa de universitários em uma das chácaras vizinhas.

A Associação Atlética das Engenharias da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que organizou a festa, informou que tinha todos os alvarás para o evento e que a área de estacionamento foi improvisada por flanelinhas e por esse motivo, não tem responsabilidade sobre ela.

(*) Com informações de G1 MS

Entre as hipóteses para a causa das chamas está a de que algum guardador de carros ou participante da festa possa ter causado o incêndio depois de uma briga (Foto: Arquivo)

Comentários