11/02/2012 10h20 – Atualizado em 11/02/2012 10h20

Procura por cursos de inglês cresce 25%

Com o mercado promissor, o volume de instituições de ensino do tipo recebeu incremento de 38 novos estabelecimentos entre 2010 e 2012 em MS

Correio do Estado

A Copa do Mundo é só em 2014, mas já tem setor em Mato Grosso do Sul se beneficiando com o evento antes mesmo dele acontecer. É o caso das escolas de idiomas, que viram a procura pelo curso de inglês aumentar em até 25% e, por conta disso, preparam turmas para atender especificamente ao evento.

Com o mercado promissor, o volume de instituições de ensino do tipo recebeu incremento de 38 novos estabelecimentos entre 2010 e 2012 no Estado, conforme dados da Junta Comercial do Estado (Jucems). O cenário fez o consumidor sair ganhando – as línguas estrangeiras ficaram, em média, 12,35% mais baratas, segundo o Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC-CG), calculado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes Anhanguera/Uniderp).

De olho na promoção que poderá receber se estiver apto a atender hóspedes estrangeiros, o garçon do hotel Gran Park Igor da Silva Sanches se matriculou em um curso de inglês e acredita que o idioma vai mudar sua vida em 2014. “Nesses dois anos já estarei falando e entendendo bem a língua e, por causa disso, já recebi a notícia que poderei ser promovido à gerente do bar”, afirma. Do quadro de cerca de 20 funcionários, hoje, apenas cerca de cinco falam inglês no hotel, segundo Sanches – por isso a valorização para quem se empenha em aprender.

Mas, além da Copa, a chegada de indústrias estrangeiras e ainda a ascenção da classe C têm feito crescer o número de alunos nas salas de aula em MS. “Até pouco tempo curso de inglês era considerado uma coisa de elite, hoje, temos um número grande de incrições inclusive, de alunos de escolas públicas”, conta a proprietária de duas das franquias CNA em Campo Grande, Márcia Figliolini.

QUANTO CUSTA

O investimento em um curso de inglês não é tão caro quanto a maioria pensa. Há escolas que oferecem mensalidades a partir de R$ 50 em Campo Grande. Além das especializadas, associações e universidades também têm turmas, não só de inglês, mas também de espanhol, italiano, alemão e até mandarim.

Comentários