11/04/2014 16h59 – Atualizado em 11/04/2014 16h59

Os últimos levantamentos realizados pelo Controle Municipal de Vetores revelam que o índice de infestação do mosquito aedes aegypti (transmissor da dengue) é bastante preocupante em Paranaíba. Em alguns bairros, como o São José, os números são alarmantes e nunca vistos no município

Da Redação

Os últimos levantamentos realizados pelo Controle Municipal de Vetores revelam que o índice de infestação do mosquito aedes aegypti (transmissor da dengue) é bastante preocupante em Paranaíba. Em alguns bairros, como o São José, os números são alarmantes e nunca vistos no município.

De acordo com a coordenadora do Controle de Vetores, Ymara Lucia Zanin Palchetti, os dados das últimas semanas mostram que o índice de infestação é de 5 a 7%, o que significa que a cada 100 imóveis, 5 ou 7 são positivos para a presença do aedes. O mais preocupante, acrescentou, é que apenas em um imóvel são encontrados de 4 a 5 focos. “Quando contamos os locais, é um por um, mas quantos mosquitos são produzidos em um local que existe até 5 depósitos? O número é muito grande”, alertou.

Alguns bairros, acrescentou, o índice passa de 10%. Já no São José, o número nunca tinha sido visto pelo Controle de Vetores. Há algumas semanas, o índice constatado foi de 29.9%. “Em cada cem imóveis, 30 são positivos. Isso é um absurdo”, contou. Ela observou que a maioria são residências.

(*)Com informação de Jornal Tribuna Livre

Os dados das últimas semanas mostram que o índice de infestação é de 5 a 7%, o que significa que a cada 100 imóveis, 5 ou 7 são positivos para a presença do aedes (Foto: Jornal Tribuna Livre)

Comentários