01/11/2013 16h50 – Atualizado em 01/11/2013 16h50

Estuprador é preso após denúncia de violentar a própria filha

Após o cumprimento do Mandado de Prisão, E.R.L. foi encaminhado para uma das penitenciárias do Estado de Mato Grosso do Sul.

Nelson Roberto

Após denúncias de que uma criança de apenas 4 anos teria sido violentada sexualmente pelo próprio pai, instaurou-se Inquérito Policial pela Polícia Civil de Selvíria, no dia 25 de outubro de 2013. Segundo informações da Polícia Civil, já no início das investigações foi possível comprovar que o estupro realmente havia ocorrido, fato comprovado, principalmente, pelas provas testemunhais e pelo laudo de exame de corpo de delito.

Assim, foi pedida a prisão preventiva de E.R.L. (31 anos), a qual foi decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Três Lagoas, no dia 31 de outubro de 2013. Tão logo o Mandado de Prisão chegou às mãos dos policiais, foram feitas diligências, sendo possível a prisão do estuprador, que tentava fugir para outro município. Houve um trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar de Selvíria.

Apurou-se ainda que o estupro ocorreu após o falecimento da esposa de E.R.L., que se deu no mês de junho de 2013, o qual ficou responsável pela filha de 4 anos e por um filho de 2 anos, porém, no início do mês de outubro deste ano, as crianças foram abrigadas por determinação judicial em razão das péssimas condições em que viviam.

Após o cumprimento do Mandado de Prisão, E.R.L. foi encaminhado para uma das penitenciárias do Estado de Mato Grosso do Sul.

Em consulta aos antecedentes criminais, constatou-se que E.R.L. já foi processado e condenado por tráfico de drogas e furto, além de estar respondendo a processos por violência doméstica.

Apurou-se ainda que o estupro ocorreu após o falecimento da esposa de E.R.L., o qual ficou responsável pela filha de 4 anos e por um filho de 2 anos (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários