23/02/2018 17h23

Eles foram levados para o Centro POP e vão retornar para suas cidades. Trabalho foi realizado pela prefeitura e Polícia Militar

Redação

Pelo menos 31 pessoas em situação de rua foram acolhidas, na madrugada de ontem (22) e de quarta (21), pela Secretaria de Assistência Social de Três Lagoas. A operação ocorreu nos mais diversos pontos da cidade e contou com o apoio de policiais militares, em três viaturas. Estiveram à frente do ato Vera Helena Arsioli Pinho, chefe da pasta, e tenente coronel James Magno, comandante do 2º Batalhão de PM.

Em entrevista ao Perfil News, Vera Helena explicou que o grupo de abordagem contou com 15 profissionais, entre eles assistentes sociais, psicólogos e pedagogos. Depois de serem acolhidos, os moradores foram levados para o Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro POP). O local conta com ala masculina e feminina.

‘’Todas as pessoas foram para lá [Centro POP] por livre e espontânea vontade; ninguém forçou nada. Elas estão sendo alimentadas e fazendo refeições. O objetivo da operação foi tira-las da rua e, ao mesmo tempo, combater a violência’’, contou a secretária.

Ainda de acordo com Vera, os próprios acolhidos manifestaram o desejo de retornarem para suas cidades. ‘’Eles têm o costume de ficarem migrando pela região, mas agora querem voltar para suas famílias. Com isso, a Secretaria está providenciando a documentação e os meios necessários para que isso ocorra’’, anunciou.

(*) Com informações de Ricardo Ojeda

Polícia Militar auxiliou equipe da assistência social nas abordagens. (Fotos: Divulgação).

Comentários