Parlamentar sugeriu que DOF receba o nome de seu ex-comandante; David é responsável pela criação da medalha ‘PM Adib Massad’ que reconhece profissionais que se destacam na defesa e proteção da população

O deputado estadual Coronel David (sem partido) lamentou a morte do também Coronel Adib Massad ocorrida na quarta-feira (3) e, em homenagem ao ícone do combate ao crime na fronteira, apresentou um Projeto de Lei, nesta quinta-feira (4), que passa a denominar o DOF como “Departamento de Operação de Fronteira Coronel PM Adib Massad”.

Esta não é a primeira vez que David demonstra deferência ao policial considerado uma de suas inspirações. O parlamentar é responsável pela criação da medalha ‘PM Adib Massad’ que reconhece profissionais da Segurança Pública que se destacam na defesa e proteção da população.

“É um dia muito triste para aqueles, que como eu, e para tantos homens e mulheres que militam no dia a dia no combate ao crime”, declarou o Coronel David ao comentar a morte de Coronel Adib, “grande ícone e lenda viva até então” quando o assunto era lutar contra a bandidagem.  “Era uma pessoa que me inspirava”, completou o parlamentar.

Coronel David agradeceu a Casa de Leis por ter atendido sua solicitação, feita no mandato anterior, de criar a medalha “PM Adib Massad”, homenagem feita para Adib ainda em vida para premiar grandes homens e mulheres da segurança pública. Ele sugeriu ainda a apresentação de uma moção de pesar à família em nome de todos os 24 deputados.

Emocionado e com dificuldade para conter as lágrimas, David declarou que nunca esquecerá dos ensinamentos de Adib e do quanto ele foi importante para ele.

“Há muitos anos e sem que eu soubesse, ele evitou um atentado contra a minha vida, fato que me faz ser eternamente grato a ele. Sempre foi um homem bom, simples, muito inteligente e implacável contra a bandidagem. Um guerreiro que sempre trabalhou muito para desarticular o crime em nosso Estado. Com tristeza deixamos aqui o nosso pesar para os seus familiares e amigos na certeza que um dia nos encontraremos de novo. Vá em paz, meu grande amigo e guerreiro”, disse, durante a sessão desta quinta-feira (4), encerrada mais cedo em respeito ao falecimento de Adib.

O ícone

O coronel da reserva da Adib Massad, de 91 anos, começou a carreira na PM de Mato Grosso do Sul em 1953 e foi responsável pelo comando do antigo Grupo de Operações de Fronteira (GOF), que mais tarde se transformou no Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

Em apenas seis anos, através da sua atuação sempre em favor da justiça, conseguiu mudar o panorama criminal da região. Ele foi responsável por acabar com a violência na fronteira e conseguiu combater a criminalidade, mantendo sua “fama de enfrentar os bandidos à bala”. Por conta de seus passos firmes e mãos de ferro, viveu por muitos anos na mira de homens que tiveram a infeliz escolha de agir contra a lei.

Após passar para reserva remunerada da PM, Coronel Adib foi eleito em 1996 como vereador da cidade de Dourados, onde está localizada a sede do DOF. À época obteve 2.830 votos, sendo o mais votado naquele pleito eleitoral.

A trajetória de Coronel Adib está eternizada também, no livro”A História”, de autoria do escritor Guimarães Rocha. Em suas mais de 250 páginas, a obra descreve a atuação do Coronel à frente do GOF (atual DOF), entre o final dos anos 80 e primeira metade da década de 90.

(*) Assessoria de imprensa

Comentários