27.2 C
Três Lagoas
quinta-feira, 2 de dezembro, 2021
InícioNotíciasTrês LagoasEmpresários de TL propõem passeio público e isenções para estabelecimentos da região...

Empresários de TL propõem passeio público e isenções para estabelecimentos da região da Lagoa

A primeira ideia dos empresários é a implementação de um projeto piloto, de atendimento público, de bares, restaurantes e similares, nas extensões da Av. Aldair Rosa de Oliveira

O presidente da Câmara, vereador Dr. Cassiano Maia, juntamente com o vice-prefeito, Paulo Salomão, reuniram-se com representantes da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes); da APETL (Associação de Pesca Esportiva de Três Lagoas), do Sindicato Rural de Três Lagoas e do Conselho Integra Costa Leste.
O encontro ocorreu na manhã desta quarta-feira (24), na Sala da Presidência. O objetivo foi apresentar duas propostas, para a região da Lagoa Maior.

RUA GASTRONÔMICA


A primeira ideia dos empresários é a implementação de um projeto piloto, de atendimento público, de bares, restaurantes e similares, nas extensões da Av. Aldair Rosa de Oliveira. No caso, os estabelecimentos passariam a ter incentivos fiscais municipais, para se instalarem na via, que seria denominada Rua Gastronômica. Tudo mediante o compromisso de investimento e contratação de mão de obra local.
Os benefícios em questão, seriam: redução de 50%, no valor de IPTU, até o ano de 2026; a redução de 50%, no valor do Alvará Municipal, na implantação no novo estabelecimento e da taxa anual, até o ano de 2026; redução de 50%, no valor da guia da Vigilância Sanitária, na implantação do novo estabelecimento e da taxa anual, até o ano de 2026.

PARKLET´S

A intenção é que tudo seja regulamentado via Decreto do Poder Executivo.
A segunda ideia, também é um projeto piloto, para instalação, manutenção e remoção de passeio público, denominado Parklet´s. O termo foi usado para definir a ampliação e passeio público, realizada por meio da implantação de plataforma sobre área, antes ocupada pelo leito carroçável da via pública, equipada com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, equipamentos de som, guarda sóis e outros elementos de mobiliário, com a função de utilização exclusiva do estabelecimento mantenedor.
Pelo projeto apresentado pelos empresários, haverá critérios específicos de instalação. Além disso, pedidos de instalação, análise de requisitos e diretrizes técnicas, ficariam sob responsabilidade de uma Secretaria Municipal e haverá a estipulação e um valor para ser destinado ao Fundo de Turismo, do Município.

Os questionamentos do presidente da Câmara, foram sobre as vagas de estacionamento, como seriam administradas; instalação de bueiros, além de outras questões como comprometimento de trânsito.

REVISÃO DO PLANO DIRETOR

O vice-prefeito pontuou sobre a necessidade de repassar as propostas ao secretário municipal de Infraestrutura e talvez incluir as ideias no momento de revisão do Plano Diretor.

“É um desafio sabemos, mais é algo transformador. É um projeto robusto, para mudar a cara da cidade”, ressaltou o advogado André Milton. O grupo buscou apoio da Câmara para tentar viabilizar as propostas, pedir a intermediação junto a administração municipal.


Participaram da reunião: João Ricardo Ramalho Siqueira; Marcos Antônio Gomes Júnior, pela Abrasel; André Miltom e Joaquim Romero, pelo Conselho Integra Costa Leste; Ivan Roberto Carrato Junior, pelo Sindicato Rural de Três Lagoas; Romulo Tabox, pela Associação dos Jovens Empresários; Júlio Roberto da Silva, da Associação de Pesca Esportiva de Três Lagoas.

Assessoria de Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.