11/04/2016 17h38 – Atualizado em 11/04/2016 17h38

Mais de 600 empresários de todo o Brasil do setor são aguardados nessa reunião

Assessoria

Cerca de 15 empresários do Setor de Transporte Rodoviários de Cargas de Mato Grosso do Sul vão participar de uma reunião em Brasília nesta terça-feira (12), onde se juntarão a outros empresários do ramo vindos
de todo o Brasil, à fim de definirem ações conjuntas para pedir providências aos Congressistas contra o caos instalado na política e na economia nacional.

Cláudio Cavol, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS (SETLOG MS) e vice-presidente da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística) está à frente da comitiva do estado e é um dos articuladores da reunião na Capital Federal. Ele explica que a situação do atual governo se tornou insustentável. “Não podemos mais cruzar os braços enquanto a economia vai de mal a pior e em face das graves denúncias de corrupção envolvendo políticos, empresários e a própria presidente Dilma”, explica Cavol.

Segundo ele, mais de 600 empresários de todo o Brasil do setor são aguardados nessa reunião. “É hora de agirmos, por isso estamos apoiando esse movimento em prol do impeachment da presidente Dilma ou de sua renúncia, pois ela está colocando em risco a governabilidade do país”, afirma Cavol. Para ele, os desmandos e ações do Governo Federal nos últimos meses demonstraram claramente a ineficácia e incompetência para enfrentar uma crise há muito anunciada e instalada.

“Os altos encargos pagos pelo setor que é de vital importância para a economia do país e a falta de perspectiva e de soluções concretas para sairmos da crise, aliado às constantes denúncias de desvio do dinheiro
público, forçaram a classe empresarial a exigir mudanças, antes que a recessão se instale de vez”, finaliza.

No dia 13 (quarta-feira), os empresários de cada estado irão visitar suas bancadas no Congresso Nacional para pedir maior empenho e apoio para uma solução democrática para a crise, que hoje passa pelo Impeachment da presidente.

(*) Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS (SETLOG MS)

Comentários