09/11/2006 17h08 – Atualizado em 09/11/2006 17h08

Rio Preto News

A Empro – Empresa de Processamento de Dados está finalizando a instalação de 270 microcomputadores. São máquinas de diferentes capacidades e configurações, acompanhadas de periféricos, como scanner, impressoras e nobreaks. A instalação dos equipamentos está quase completa. Nesta semana, segundo a diretora-presidente da Empro, Susélide Tenani, chegou-se a 90% do atendimento das solicitações feitas pelos diferentes setores da esfera municipal. Os microcomputadores foram adquiridos pela Prefeitura de Rio Preto, em pregão presencial realizado no final do primeiro semestre deste ano. Até o momento, a área que mais recebeu computadores foi a Secretaria de Administração: 34 unidades. Além das máquinas, também já foram adquiridos notebooks e três switchs. Os primeiros destinaram-se basicamente ao atendimento ao Gabinete do Prefeito e a algumas secretarias. Já os switchs foram instalados sob o suporte da Empro na Secretaria de Saúde, para suprir necessidades na rede interna de dados. Para a instalação dos equipamentos, oito técnicos da Empro foram destacados. A equipe está instalando uma média de 28 computadores de mesa por semana, para atender a política de informatizar a estrutura administrativa da Prefeitura e conferir maior agilidade nas operações. A Prefeitura tem hoje aproximadamente 3,9 mil funcionários. Com os novos microcomputadores, a administração municipal chega a cerca de 2,5 mil equipamentos. As máquinas estão sendo instaladas obedecendo-se à ordem de chegada das solicitações de serviço das áreas interessadas. Para a aquisição dos microcomputadores, a Empro definiu toda a especificação técnica e deu suporte técnico à Comissão de Licitações, do Departamento de Compras da Prefeitura. Fez também o acompanhamento pessoal da sessão do pregão. Depois de entregues pelos fornecedores, os computadores foram testados um a um por técnicos da empresa e só então liberados para a instalação. “A instalação, propriamente dita, exige muitos cuidados. Entre eles, está a realização de todos os back-ups e conversões dos arquivos anteriores. Só depois migramos para o novo computador”, explica Alfredo Mariani Neto, assessor de projetos TI da área de Tecnologia da Informação.

Comentários