07/04/2014 09h10 – Atualizado em 07/04/2014 09h10

Erlon Bernal foi visto pela última vez no dia 1º, na avenida Interlagos. Cadáver estava em uma fossa, no bairro São Jorge da Lagoa

Da Redação

A Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (Defurv) encontrou na tarde deste domingo (6) o corpo de Erlon Peterson Pereira Bernal, de 33 anos, que estava desaparecido desde a tarde do dia 1º, em Campo Grande, ao sair para vender o carro dele. A afirmação é da delegada Maria de Lourdes Souza Cano. “A polícia veio até este local hoje com a certeza de que era o corpo do Erlon”, fala a titular.

O cadáver foi localizado na fossa de uma residência localizada, no bairro São Jorge da Lagoa, região sul da capital sul-mato-grossense, a uma quadra da delegacia de Polícia Civil do bairro. O corpo foi retirado com ajuda do Corpo de Bombeiros e de uma retroescavadeira.

Erlon Bernal era casado, tinha um casal de filhos crianças. Ele anunciou a venda do veículo dele, um Golf de cor prata, em um site de negócios e cerca de duas horas depois foi mostrar o automóvel para um interessado.

Um conhecido da família viu Erlon Bernal mostrando o carro para três rapazes, na avenida Interlagos. No fim da tarde, a esposa dele não conseguiu mais contato com o marido e a polícia foi acionada.

(*)Com informação de G1 MS

Polícia no local em que o corpo de Erlon Bernal foi encontrado (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

Comentários