22/09/2017 11h27

Ação visa bloquear focos criadouros de vetores no Córrego, nas margens e nas residências.

Da Redação / SECOM TRÊS LAGOAS

A Diretoria de Vigilância e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio de equipe de Agentes de Combate a Endemias do Setor de Promoção da Saúde, realizou ação de combate e bloqueio ao mosquito Aedes Aegypti, na manhã desta sexta-feira (22).

A ação foi executada em oito quadras, ao longo das margens do Córrego Jardim Brasília, no trecho em que está canalizado, mas a céu aberto, logo após a antiga linha férrea, no cruzamento com a Rua Alexandre Abraão.

Esse serviço de borrifação com biolarvicida e inseticida foi feito por quatro Agentes de Combate a Endemias da equipe de Bloqueio Químico e dirigida pelo coordenador do Setor de Promoção da Saúde, Waldir José de Souza.

Antes de iniciar a borrifação, os Agentes colocaram todos os devidos equipamentos de proteção individual, exigidos pelas normas de Segurança e Medicina do Trabalho, como mostrou Waldir.

Essa borrifação com biolarvicida, produto químico inofensivo ao meio ambiente, foi aplicado no leito do Córrego, com o objetivo de “eliminar as larvas existentes do Aedes Aegypti, vetor da Dengue”, explicou Waldir.

Por sua vez, “a borrifação com inseticida é aplicada nas margens do Córrego e nos quintais das residências que margeiam o Córrego nesta região”, informou o coordenador.

“Infelizmente, apesar da estiagem que atravessamos, esta região possui altos índices da presença de vetores e precisamos desta ação de bloqueio e prevenção, para proteger a saúde destas famílias que aqui residem”, observou Waldir.

CASOS DE DENGUE

Segundo observou o coordenador do Setor de Promoção da Saúde, “não é porque temos registro de poucos casos de Dengue que podemos cruzar os braços no bloqueio e combate aos mosquitos”, ressaltou Waldir.

Como foi divulgado pelo Setor de Vigilância Epidemiológica da SMS, de janeiro até à segunda semana de setembro, ou seja, até à 37ª semana de controle epidemiológico, Três Lagoas teve 441 casos notificados de Dengue.

Desse total, apenas 12 foram confirmados e 397 foram negativos, conforme resultados do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) de Mato Grosso do Sul.

Ação visa bloquear focos criadouros de vetores no Córrego, nas margens e nas residências. (Foto: SECOM TRÊS LAGOAS)

Comentários