12/11/2018 14h46

Escola Municipal “Marlene Noronha Gonçalves” realiza 2º Chá das Mães do AEE

Evento tem como objetivo conscientizar os pais sobre a importância da participação da família no contexto escolar

Redação

A Escola Municipal “Marlene Noronha Gonçalves” de Três Lagoas realizou na última sexta-feira (09), o “2º Chá das Mães do Atendimento Educacional Especializado (AEE)”.

Entre a programação preparada para o evento estava à palestra motivacional da psicóloga Ludimila Testi Agutoli, do Núcleo de Educação Especial (NUESP), da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), com o tema “Super Você: Seja Feliz!”.

Segundo a pedagoga, psicopedagoga, especialista em AEE e Educação Especial Inclusiva, Rosimar Hipólito de Souza, o evento surgiu com o objetivo de ser um incentivo para que as famílias participassem de forma mais ativa na vida escolar do seu filho e atingir o maior número de família e promover a integração da relação entre a escola e a família.

“Nosso intuito com o chá é conscientizar os pais sobre a importância da participação da família no contexto escolar, para que estes entendam que o atendimento educacional especializado funciona como um recurso de vital importância para a inclusão escolar de pessoas com dificuldades de aprendizagem”, disse.

Regina Célia Barbosa, mãe do aluno Vitor Gabriel, 10 anos, elogiou o evento e o programa que o filho já participa há três anos. “O AEE está sendo muito importante para o desenvolvimento do meu filho.

É muito bom quando temos a oportunidade de nos reunirmos com outras mães por meio de eventos como este. Foi a primeira vez que participei do Chá, mas gostei muito da palestra e meu filho também aproveitou bastante”, disse.

MOTIVAÇÃO E APRENDIZADO

A psicóloga do NUESP agradeceu a oportunidade e disse se sentir motivada pelas mães presentes. “Foi muito gratificante falar com as mães dos nossos alunos que são mais que especiais.

Não fui motiva-las e sim aprender com elas, falar sobre o carinho, a presença e a emoção de se ter um filho que precisa um pouco mais de nós e que com certeza é uma dádiva de Deus”, disse Ludimila.

Para a psicóloga, “o olhar especial da escola é sem dúvida essencial ao bom desenvolvimento do nosso aluno. E a motivação do profissional é o que faz este aluno ter vontade de ir à escola”, concluiu.

AEE

Rose explicou que o Atendimento Educacional Especializado é o conjunto de atividades que atua frente à demanda da Educação Especial com o intuito de promover ações que identifica, elabora e organiza os recursos pedagógicos e de acessibilidade, que complementa e suplementa a formação do educando, a fim de eliminar as barreiras e garantir o seu pleno desenvolvimento.

“O AEE é a complementação das atividades escolares, portanto é oferecido no período contrário em que o aluno estuda, por isso é diferente do ensino regular. As atividades são direcionadas a atender às especificidades de cada aluno, visando o seu pleno desempenho escolar”, finalizou Rose.

(*) Assessoria de Imprensa

Foto: Assessoria

Comentários