10/05/2016 09h32 – Atualizado em 10/05/2016 09h32

Os alunos do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental das escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul realizaram, na semana passada, o simulado “Prova Brasil”

Assessoria

Os alunos do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental das escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul realizaram, na semana passada, o simulado “Prova Brasil” do Sistema de Ensino da Somos Educação para verificar o grau de proficiência com foco em melhorar as competências e habilidades para a participação no exame que será aplicado no último semestre deste ano.

Segundo a gerente de educação do Sesi, Simone de Figueiredo Cruz, o simulado da “Prova Brasil” foi realizado nos moldes das avaliações externas, sendo baseado nos descritores elaborados pelo MEC (Ministério de Educação).

O simulado foi aplicado durante o período de aulas dos alunos e foi composto por um caderno para o 5º ano do Ensino Fundamental I e outro caderno para o 9º ano do Ensino Fundamental II. Cada caderno continha questões de múltipla escolha, com quatro alternativas de respostas, sendo correta, somente uma delas, sendo uma estrutura semelhante à da “Prova Brasil”.

Tanto para o 5º ano do Ensino Fundamental I, quanto para o 9º ano do Ensino Fundamental II, foi aplicada uma única prova com 44 questões – Língua Portuguesa (22 questões) e Matemática (22 questões) – por professores-fiscais, que não atuam diretamente com a turma. Eles foram designados para aplicarem as provas, um para cada sala de aula.

Os alunos foram orientados no preenchimento do Cartão Resposta e, ao finalizarem as provas, devolveram aos fiscais o Caderno de Questões e o Cartão Resposta. “Eles demonstraram dedicação na realização do simulado”, garantiu a gerente de educação do Sesi em Mato Grosso do Sul.

Depoimentos

Na avaliação dos educadores das escolas do Sesi no Estado, o simulado da “Prova Brasil” só veio para somar. “O simulado da Prova Brasil é muito significativo, pois é um instrumento que dá norte e mostra novos caminhos em busca da melhoria na qualidade da educação”, analisou a professora Adriana Mello, que ministra Língua Portuguesa na Escola do Sesi de Campo Grande.

Já a coordenadora pedagógica e educacional da Escola do Sesi de Campo Grande, Roselaine Silvestre, acrescentou que essas ações contribuem em muito para as melhorias pedagógicas do colégio. “É mais uma ferramenta para estimular a qualidade de ensino na Rede Sesi de Educação”, afirmou. “O simulado da Prova Brasil é uma avaliação externa, baseada nos descritores cujos resultados trarão dados referenciais para que possamos direcionar um conjunto de ações visando a melhoria dos resultados de aprendizagem dos nossos alunos”, completou a diretora da Escola do Sesi de Dourados, Sandra Jugleide Tavares.

“É essencial prepararmos nossos alunos, além da prática adquirida por meio desse tipo de avaliação. É possível analisarmos tanto a proficiência, quanto o aspecto psicológico de cada aluno frente a um novo desafio. A partir dos resultados obtidos, a equipe pedagógica analisará onde e quando deve-se investir no aprendizado”, falou a diretora da Escola do Sesi de Aparecida do Taboado, Silvia Lúcia Bernardes Watanabe.

Para a professora Luciana Vieira, que leciona Matemática na Escola do Sesi de Aparecida do Taboado, as avaliações externas são muito importantes, pois possibilitam a análise, não somente da aprendizagem dos alunos, mas também dão suporte para verificar se os docentes estão no caminho certo. “Elas permitem que possamos traçar, em tempo, novas estratégias para melhorarmos e aprimorarmos o que não está bom e aprimorarmos o que já está”, declarou.

Alunos

Para os estudantes que participaram do simulado da “Prova Brasil”, a iniciativa do Sesi foi válida, pois serviu para antecipar um exame pelos quais eles passarão neste ano e também para avaliar os conhecimentos deles. “A Escola do Sesi tem nos proporcionado a grande oportunidade de nos prepararmos para o futuro. Para nós, realizar o simulado é fundamental para o nosso aprendizado”, disse a estudante Julia Leite, aluna do 9º ano do Ensino Fundamental II da Escola do Sesi do Aparecida do Taboado.

“O simulado é importante para nós porque nos dá uma ideia de como será a Prova Brasil e nos traz também conhecimentos. Além de ser um simulado, faz que com que tenhamos mais atenção na leitura, que é o que precisaremos ter, para o dia da Prova”, garantiu a estudante Adriely Bicalho, aluna do 9º ano do Ensino Fundamental II da Escola Sesi de Três Lagoas.

Na avaliação do estudante João Luccas Sales Santos, aluno do 5º ano do Ensino Fundamental I da Escola do Sesi de Três Lagoas, a “Prova Brasil” ajudou em muito a todos. “É muito importante fazermos esse tipo de simulado, pois nos trará segurança para o dia da aplicação da Prova Brasil”, pontuou.

(*) Assessoria de Comunicação da FIEMS

O simulado foi aplicado durante o período de aulas dos alunos e foi composto por um caderno para o 5º ano do Ensino Fundamental I e outro caderno para o 9º ano do Ensino Fundamental II. (Foto: Assessoria)

Comentários