13/11/2006 08h52 – Atualizado em 13/11/2006 08h52

Terra

O geneticista da Universidade de Passo Fundo, Adil de Oliveira Pachecho, 60 anos, analisou os filhotes de cachorro, que seriam cria de uma gata em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e concluiu que tudo não passa de um mal-entendido, de acordo com o jornal Zero Hora. “São leigos, que acabam misturando a realidade com a imaginação. São claramente cachorrinhos que estão com a gata, possivelmente crias de alguma cadela da vizinhança”, disse Pacheco ao jornal. O especialista pretende analisar amostras recolhidas em laboratório para esclarecer qualquer dúvida. Os resultados devem ser obtidos na próxima semana. Em entrevista ao mesmo jornal, Berenice Ávila Rodrigues, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, diz que a gata pode ter adotado os cães como forma de suprir a perda dos filhotes, mortos no parto.

Comentários