18/04/2015 09h48 – Atualizado em 18/04/2015 09h48

Está em andamento investigação policial sobre esquema que envolveria políticos em crimes de extorsão, prostituição e aliciamento de menores

Da redação

Um ex-vereador de Campo Grande está sendo investigado pela Polícia Civil da Capital por suspeita de que teria montado uma rede de prostituição e estaria extorquindo políticos e empresários.

Trata-se de Robson Leiria Martins, que já esteve envolvido em escândalo de pedofilia há alguns anos, teria criado a personagem de uma cafetina fictícia com o nome de Eliane para atender políticos e empresários com garotas de programa. Alguns dos encontros teriam sido filmados e os vídeos estariam servindo para extorquir os “clientes”.

Circulou no final da tarde de ontem (17), a informação de que um vereador da Capital teria sido flagrado no momento em que realizaria um pagamento no estacionamento de um supermercado da cidade. Na ocasião Robson Martins teria sido detido.

O delegado Sérgio Lauretto, titular da DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) confirmou a operação, mas se limitou a afirmar que ‘ex-político de Campo Grande foi preso’ no flagrante, ocorrido na ultima quinta-feira (16). O vereador que estaria envolvido negou à reportagem que tenha sido detido. Segundo o delegado, mais informações serão liberadas somente na proxima quarta-feira, apos o feriado. Os trabalhos, no entanto, supostamente teriam sequência a partir dos depoimentos de pessoas

CONFIRMAÇÃO

O vereador Alceu Bueno (PSL) confirmou ao Jornal Midiamax, na manhã deste sábado (18), que denunciou o ex-vereador Robson Martins e Luciano Roberto Pageu por tentarem extorqui-lo. Porém, negou que escândalo sexual tenha motivado o que chamou de “tentativa de extorsão”.

“Eu que denunciei os bandidos à polícia e prenderam eles”, declarou Bueno. Indagado se a chantagem envolvia escândalo sexual, Alceu preferiu dizer que foi ameaçado com mentiras.

“Com mentiras. Não existe isso. Se existisse eu não teria denunciado eles. Se existisse ficaria quieto e aceitaria a extorsão. Até porque não cometi nada de errado”, alegou. O vereador disse não conhecer quais inverdades estariam sendo contadas pelo ex-vereador.

“Só denunciei dois bandidos que estariam chantageando homens de bem. Eu só fiz o bem para sociedade. Agora mesmo estou arrecadando roupas para fazer ação social na periferia da cidade, como faço toda semana”, concluiu. Alceu também disse desconhecer nomes de outros políticos envolvidos.

REINCIDENTE

Esta não é a primeira vez que Robson Martins é envolvido em escândalo. Em 2003 ele e o ex-vereador César Disney foram detidos por suspeita de estupro, atentado violento ao pudor e exploração de menores.

Na época o juiz da 2ª Vara Criminal de Campo Grande, Luiz Carlos de Souza Ataíde, acatou pedido feito pela promotora da Infância e da Adolescência, Vera Bogalho. Ela denunciou a dupla por suposto envolvimento com duas adolescentes. A Câmara chegou a abrir uma CPI para investigar a dupla de vereadores, mas eles renunciaram antes de serem cassados.

(*) Midiamax News

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Foto: Midiamax News)

Comentários