27/03/2012 22h24 – Atualizado em 27/03/2012 22h24

Com 54% dos votos, Jonas é o 13º eliminado do BBB12

Fael vai à final com Fabiana e passa a sonhar com prêmio de R$ 1,5 milhão

Da Redação

Fael sobreviveu ao último paredão e passou à final e vai disputar o prêmio de R$ 1,5 milhão com Fabiana. O sul-matogrossense, de Aral Moreira, recebeu apoio da família e de uma legião de torcedores da fronteira, onde o pai mobilizou a população.

Na reta final do reality show de maior audiência do País, as pesquisas mostram que Fael tem a maioria disparada da torcida. Quase 70% querem que ele vença o Big Brother Brasil 12, segundo as enquetes nos principais jornais brasileiros. Falta pouco e a família do veterinário sabe que muita coisa deve mudar depois do dia 29 de março, data da final do BBB.

Ao lado das saradas, dos galãs e dos moderninhos, o veterinário Rafael Alves Cordeiro, de 25 anos, era o caipira da turma. Para disputar o BBB, ele, que foi criado em fazenda, viajou pela primeira vez de avião de Aral Moreira, cidade de pouco mais de 10 mil habitantes em Mato Grosso do Sul, para o Rio de Janeiro. Fael entrou timidamente na casa, envergando chapéu de caubói e ostentando cinto com fivelão.

O ELIMINADO

Nascido no Rio Grande do Sul, Jonas é modelo e foi eleito em 2010 como Mister Brasil. Entrou no “BBB12” apresentado como “gato” na estreia do programa e ficou ficou 77 dias na casa. Tornou-se um dos principais integrantes do quarto Praia, sendo o primeiro a conversar sobre combinação de votos como forma de defesa ao quarto Selva.

O modelo ganhou um carro durante o confinamento, conquistou o colar do anjo por duas vezes e indicou João Carvalho ao paredão quando venceu a prova do líder. Antes de ser emparedado com Fael Jonas já havia enfrentado João Maurício e Kelly na berlinda.

Jonas também se destacou por algumas discussões na casa e por ter ficado com Renata e Monique, evitando se envolver e formar casal com as sisters, o que gerou críticas e mágoas por parte delas.

Fael sonha com o prêmio de R$ 1,5 milhão e é favorito segundo enquetes dos principais jornais.

Comentários