14/11/2006 10h02 – Atualizado em 14/11/2006 10h02

MEC

Os estudantes convocados para o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2006 que não compareceram à prova terão uma dor de cabeça para se justificar junto ao Ministério da Educação (MEC). O total de faltosos ainda não foi divulgado pelo órgão. Segundo o MEC, 83% dos convocados compareceram à prova. Ou seja, 82.830 faltaram à avaliação. A ausência no Enade — realizado no último domingo (12) — tem de ser explicada por meio de uma carta, e esta tem de ser fundamentada com documentos. O site do MEC cita como documentos aceitáveis “boletim de ocorrência, atestados, laudos médicos” etc. Ou seja, o estudante deverá provar que, entre outras coisas, estava doente no dia da prova, ou que algum tipo de incidente o impediu de ir ao exame (um acidente de trânsito, um assalto). O Enade era obrigatório para os estudantes convocados e é condição indispensável para a colação de grau daqueles que estão concluindo o curso superior este ano. Ainda de acordo com o MEC, a documentação enviada pelos alunos será “analisada e julgada” por uma comissão. O estudante faltoso deve informar também o nome da instituição de ensino superior, o curso, seu e-mail e endereço residencial. A documentação deve ser encaminhada até o dia 31 de dezembro a: Ministério da Educação (MEC) / Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Esplanada dos Ministérios Bloco L Anexo II, 4º andar – sala 422 70047-900 Brasília – DF

Comentários