28/10/2013 14h19 – Atualizado em 28/10/2013 14h19

Famílias resistem a desocupação e garantem que não deixarão área

Cerca de 60 famílias que construíram barracos numa área verde no Bairro Moreninha 3, em Campo Grande, garantem que não deixarão o local na próxima quarta-feira (30), dia em que vence o prazo estabelecido pela administração municipal para a desocupação da área

Da Redação

Cerca de 60 famílias que construíram barracos numa área verde no Bairro Moreninha 3, em Campo Grande, de propriedade da prefeitura, garantem que não deixarão o local na próxima quarta-feira (30), dia em que vence o prazo estabelecido pela administração municipal para a desocupação da área.

As famílias contam que na última quinta-feira (24) receberam um documento da prefeitura informando que o prazo para deixarem o local era de cinco dias.

Uma das mulheres que vive num dos barracos contou que desde 2006 tem inscrição na Empresa Municipal de Habitação (Emha), mas até agora não foi contemplada com a casa própria.

Durante seis meses essas pessoas ocuparam a Fazenda Lageado, que fica ao lado da área verde, mas tiveram que deixar o local por determinação do dono da propriedade. Há dois meses montaram os barracos na área da prefeitura.

O auxiliar de serviços gerais, Wilson Luiz Correa, de 37 anos, disse que há 32 anos mora no bairro e pagou aluguel durante muito tempo, mas os valores dos imóveis estão caros e ele não tem dinheiro. Os filhos passam por dificuldades e, diante da oportunidade que encontrou de morar em barraco, ele então “se mudou” com a família para a área pública, de onde não pretende sair.

(*)Com informações de Correio do Estado

Há dois meses montaram os barracos na área da prefeitura (Foto: Paulo Ribas / Correio do Estado)

Comentários