13/05/2013 07h44 – Atualizado em 13/05/2013 07h44

FETEMS fará Assembleia Geral para debater proposta do Governo para os administrativos em educação

Em reunião o Governo apresentou 9% de reajuste salarial para início de carreira

Da Redação

Após reunião com o Governo do Estado, na tarde desta sexta-feira (10), a direção da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), marcou uma Assembleia Geral com a categoria, para a próxima terça-feira (14), onde debaterá a proposta de unificação da carreira e reajuste salarial para os administrativos em educação da Rede Estadual de Ensino.

A proposta apresentada pelo Governo na mesa de negociação mostra alguns avanços significativos como à vinda de toda a carreira dos administrativos em educação para a Lei Complementar n° 087 (Estatuto dos Profissionais da Educação Básica de MS), isso significa que a partir de agora a unificação do Estatuto dos trabalhadores em educação de Mato Grosso do Sul foi concretizada e de fato a FETEMS passa a representar a categoria.

O presidente da FETEMS, Roberto Magno Botareli Cesar, reconhece que questões como a concretização da unificação são extremamente importantes.
“A unificação dos trabalhadores em educação da Rede Estadual de Ensino deve trazer conquistas significativas na carreira dos companheiros administrativos em educação, é uma luta de mais de 20 anos, agora de fato a FETEMS é a representante da categoria e com certeza avançaremos muito nas conquistas”, afirma.

Sobre o reajuste salarial dos administrativos em educação, o presidente da FETEMS, explicou que foi apresentado pelo Governo do Estado 9% para o início de carreira, que são os administrativos em educação com ensino fundamental incompleto. “A inflação deste ano está avaliada em cerca de 6% e essa porcentagem significa 3% de ganho real, o reajuste apresentado foi maior que o do magistério”, disse.

Os outros níveis previstos na tabela salarial da categoria serão debatidos durante a Assembleia Geral da FETEMS.

Segundo o presidente da FETEMS a decisão final sobre a avaliação da proposta apresentada pelo Governo caberá a categoria na próxima semana. “A decisão da categoria em Assembleia Geral é soberana, na terça-feira vamos debater e decidir o que é melhor para os trabalhadores e trabalhadoras em educação”, enfatiza.

A FETEMS foi representada, pelo secretário de finanças, Jaime Teixeira,a secretária geral, Deumeires Batista de Souza, a secretaria dos funcionários administrativos, Idalina silva,o diretor do departamento jurídico, Amarildo do Prado e pelo presidente do SINTEDE , Wilds Ovando.

(*) Com informações de Assecom Fetems

A assembleia debaterá a proposta de unificação da carreira e reajuste salarial para os administrativos em educação (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários