30/09/2013 13h51 – Atualizado em 30/09/2013 13h51

Fibria apoia o terceiro Fórum de Práticas Educativas do Ensino Fundamental de Três Lagoas

Entre as atividades, a Fibria entregou HDs externos para a premiação do Prêmio Professor Destaque

Da Redação

Pelo terceiro ano consecutivo a Fibria apoiou o Prêmio Professor Destaque, que dentro do Fórum de Práticas Educativas do Ensino Fundamental premia as melhores iniciativas pedagógicas da Rede Municipal de Ensino (REME).

Segundo a assessora Educacional e Pedagógica da SEMEC, professora Jussara Aparecida de Souza Fernandes, todos os professores da REME são convidados a participar do concurso. “O tema dos trabalhos são livres, mas eles devem seguir o Sistema Aprende Brasil, que é o que trabalhamos. Eles desenvolvem, aplicam em sala de aula, apresentam o resultado e concorrem a premiação final, que é um valor em dinheiro”.

Durante o evento, promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) de Três Lagoas, foram apresentados os temas dos 57 trabalhos inscritos, que foram premiados com um HD Externo e um kit do Sistema Aprende Brasil.

A prefeita Márcia Moura, que também é professora, agradeceu a parceria da Fibria e o apoio dos educadores em sua gestão. “Se hoje estou prefeita, devo a educação do nosso município e sou muito grata por isso, e lembrem-se, vocês têm na prefeitura uma professora”.

VENCEDORES

De acordo com a análise feita pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), o trabalho que selecionado em primeiro lugar, que recebeu o valor de R$ 5 mail, foi o projeto “Trânsito Seguro Começa na Infância”, de autoria da professora Rosemary Alves de Souza, que leciona na Escola Municipal Olyntho Mancini.

Em segundo lugar, com prêmio de R$ 3 mil, foi selecionado o projeto “O Título?…Colecionadores: A Preciosa Construção da História”, da professora Katiuscia Nepomuceno dos Reis, da Escola Municipal Professor Odeir Antônio da Silva.

O terceiro lugar, terminou com um empate entre os projetos “Aprendendo com a Teacher Fisch”, da professora Patrícia Ferreira de Brito, da Escola Municipal Elson Lot Rigo, e “Um, Dois, Três, Já!…Chega de Apelidos para Sacanear”, da professora Franciane da Costa Melo, da Escola Municipal Professora Marlene de Noronha Gonçalves. Devido ao empate, cada professora recebeu o prêmio de R$ 2 mil.

FIBRIA

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis localizados nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, a Fibria trabalha com uma base florestal total de 958 mil hectares, dos quais 336 mil são destinados à conservação ambiental. Em outubro de 2012, a companhia firmou aliança estratégia com a norte-americana Ensyn para investir no segmento de combustíveis renováveis a partir de madeira e biomassa.

(*) Com informações de Assecom Fibria

Todos os professores da REME são convidados a participar do concurso (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários