25/08/2014 17h10 – Atualizado em 25/08/2014 17h10

O evento, que contou com o apoio da Fibria, foi realizado em Campo Grande e tem o objetivo de fomentar inovações, estimular a competitividade e gerar negócios lucrativos e sustentáveis

Da Redação

Dois representantes da Fibria participaram nos dias 21 e 22 de agosto, da 6ª edição da Feira do Empreendedor de Mato Grosso do Sul. O evento, que contou com o apoio da Fibria, foi realizado em Campo Grande e tem o objetivo de fomentar inovações, estimular a competitividade e gerar negócios lucrativos e sustentáveis.

Na quinta-feira (21), o gerente de suprimentos da Fibria, Paulo Edson Martins Vieira, apresentou um case sobre PRODFOR/PQF – Programa Integrado de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores, um caso de sucesso no desenvolvimento de fornecedores.

O PRODFOR é realizado pela Fibria no Espírito Santo e inspirado neste modelo, no ano de 2008, a empresa contribuiu com a implantação do Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), cujo objetivo é implementar um Sistema de Gestão da Qualidade em Fornecimento (SGQF) com as micro e pequenas empresas da região de Três Lagoas. Em seis anos, 87 empresas já passaram por esta qualificação em Mato Grosso do Sul.

O programa se dá por meio de uma metodologia que utiliza seminários, consultorias, cursos e auditorias em sua execução. “A cooperação entre grandes empresas compradoras na implementação de um Programa de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores possibilita a redução de esforços e custos envolvidos. O resultado é a possibilidade dessas empresas alcançarem novos mercados e a disponibilidade de bons produtos e serviços para os consumidores”, explica Paulo Edson, que também é coordenador do comitê gestor do PQF Avançado.

Já na tarde de sexta-feira (22), a consultora de sustentabilidade da Fibria, Evânia Lopes, falou sobre a Responsabilidade Social da Grande Empresa, destacando as ações de sustentabilidade desenvolvidas pela empresa.

Nos últimos cinco anos a Fibria realizou um investimento superior a R$ 15 milhões em Mato Grosso do Sul, apoiando projetos sociais, que beneficiaram cerca de 30 mil pessoas nos municípios de Três Lagoas, Selvíria, Brasilândia, Água Clara e Ribas do Rio Pardo.

Entre as iniciativas está o Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT), que beneficia diretamente 640 famílias de agricultores residentes em sete assentamentos, e promove o desenvolvimento local por meio do fortalecimento das associações comunitárias e suas redes, focando o apoio às cadeias produtivas. Entre as atividades realizadas dentro do PDRT estão o cultivo do urucum, mandioca, abóbora, hortaliças, legumes, a criação de gado leiteiro e de corte.

A empresa busca desenvolver ações que promovam o empreendedorismo e a geração de renda, nas comunidades prioritárias, e essa ação, vem ao encontro do conjunto de compromissos que a Fibria instituiu em 2011 e que sinalizam o seu caminho até 2025, como atingir 80% de aprovação nas comunidades vizinhas e ajudar a comunidade a tornar autossustentáveis 70% dos projetos de geração de renda apoiados pela empresa. “Alinhado a este pensamento, trouxemos representantes das associações comunitárias, onde os programas e ações sociais da Unidade são realizados, para visitar a Feira do Empreendedor e terem a possibilidade de trocar experiências e adquirir novos conhecimentos para fomentar o empreendedorismo”, explica Evânia.

FIBRIA

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde está localizada a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, detém e opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). A Fibria mantém cerca de 17 mil trabalhadores, entre empregados próprios e terceiros permanentes, incluindo Portocel, e está presente em 242 municípios de seis Estados brasileiros.

(*) Com informações de Assecom Fibria

Palestra sobre o case PRODFOR/PQF: Um caso de sucesso no desenvolvimento de fornecedores, ministrada pelo gerente de suprimentos da Fibria, Paulo Edson (Foto: Divulgação/Assecom)

O PRODFOR é realizado pela Fibria no Espírito Santo e inspirado neste modelo, no ano de 2008, a empresa contribuiu com a implantação do Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF), cujo objetivo é implementar um Sistema de Gestão da Qualidade em Fornecimento (SGQF) com as micro e pequenas empresas da região de Três Lagoas (Foto: Divulgação/Assecom)

Palestra sobre Responsabilidade Social da Grande Empresa, ministrada pela consultora de sustentabilidade da Fibria, Evânia Lopes (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários