16/04/2018 15h01

Ação visa avaliar o manejo florestal e mostra que o plantio de eucalipto na região não trouxe impactos negativos ao meio ambiente

Redação

A Fibria, empresa brasileira líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, tem como um dos seus pilares a conservação das áreas em que atua e a manutenção da qualidade das bacias hidrográficas locais. Para isso, a Fibria realiza o monitoramento de seis microbacias na região de Três Lagoas (MS), com o objetivo de avaliar o seu modelo de produção florestal e os possíveis impactos nos cursos d´água.

A análise das amostras de água coletadas – realizada mensalmente em seis pontos fixos dos principais cursos d’água das microbacias selecionadas para o monitoramento – aponta que o plantio de eucalipto não afetou a qualidade da água em nenhum dos pontos avaliados.

Segundo o coordenador de Meio Ambiente Florestal da Fibria, Renato Cipriano Rocha, o monitoramento é importante na gestão ambiental da empresa, pois permite entender as condições hídricas das regiões de atuação e como o manejo florestal e as ações antrópicas na paisagem afetam a quantidade e a qualidade desse recurso. “Os resultados mostram que o comportamento das florestas plantadas pela Fibria em MS é semelhante ao de outros estados onde a empresa atua há mais tempo e também mantêm monitoramentos. As análises vão continuar sendo feitas regularmente, pois são indicadores que podem apontar se as nossas práticas estão adequadas ou se precisam ser adaptadas”, afirma.

Durante os trabalhos de monitoramento, são geradas informações sobre a quantidade e a qualidade da água. Além disso, semestralmente são feitas análises específicas para monitorar a presença de resíduos de defensivos químicos na água.

As seis microbacias são estratégicas para a Fibria, pois estão distribuídas em diferentes regiões de atuação da empresa e são representativas de seu modelo de produção, que considera o manejo das áreas de plantio e as áreas de conservação. As bacias monitoradas abrangem uma área de 11.808 hectares, ocupadas por matas ciliares, fragmentos florestais nativos e plantios de eucalipto. Além disso, a Fibria tem o cuidado de plantar espécies de eucaliptos adaptadas às condições climáticas da região, ajudando a manter uma maior eficiência e equilíbrio no uso dos recursos naturais.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, a crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em www.fibria.com.br.

(*) Assessoria de Imprensa da Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, a crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. (Foto: Assessoria).

Comentários