15/10/2015 18h14 – Atualizado em 15/10/2015 18h14

Reunião aconteceu nesta quinta-feira no Edifício Casa da industria em Campo Grande (MS), com o presidente da Fiems, Sérgio Longen e o comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar

Assessoria

Durante reunião nesta quinta-feira (15/10), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, alinhou com o comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, a participação no “Fórum Rumos da Hidrovia: Ações para o Desenvolvimento Sustentável do Transporte no Rio Paraguai”, que será realizado de 25 a 27 de novembro deste ano no Nacional Palace Hotel, em Corumbá (MS).

Após o encontro, Sérgio Longen destacou a importância da proximidade da Fiems com a Marinha do Brasil e a realização do evento. “O fórum sobre a hidrovia do Rio Paraguai é o resultado de um trabalho que iniciamos há quase dois meses. O comandante se dispôs a construir esse evento que reunirá discussões que atendam tanto a Marinha quanto o setor privado. Vimos que desde a chegada do contra-almirante houve preocupação com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e nós sempre esperamos parceiros como a Marinha”, declarou.

O comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil destacou que o intuito do Fórum, que contará com a parceria da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), é debater o desenvolvimento sustentável do transporte no Rio Paraguai e vai reunir representantes do setor empresarial, tanto de Mato Grosso do Sul quanto do Mato Grosso, além de representantes dos governos estaduais, universidades, e de órgãos do Governo Federal. “É de extrema importância a presença da Fiems, pois reúne as indústrias do Estado e também pelo tema que envolve o transporte de mercadorias pelo Rio Paraguai”, pontuou.

(*) Assessoria Fiems

Presidente da Fiems, Sérgio Longen e o comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar (Foto:Assessoria)

Comentários