27/08/2014 09h45 – Atualizado em 27/08/2014 09h45

Na tarde desta terça-feira, 26 de agosto, um interno da Gileade ateou fogo em folhas secas de bananeiras e perdeu o controle, transformando-se em um incêndio na vegetação seca de cerrado e capim

Da Redação

Na tarde desta terça-feira, 26 de agosto, um interno da Gileade ateou fogo em folhas secas de bananeiras e perdeu o controle, transformando-se em um incêndio na vegetação seca de cerrado e capim.

O Corpo de Bombeiros foi chamado ao local e lutaram por mais de duas horas, até que uma máquina patrola da Prefeitura foi chamada para fazer asseiro para o controle.

A vegetação seca e a baixa umidade do ar contribuíram para que as chamas se alastrassem rapidamente.
Publicidade

O vento do sul há 01 Km/h., que a Estação Meteorológica de Chapadão do Sul acusou naquele momento, contribuiu para que a fuligem fosse levada para a cidade, incomodando as donas de casa.

Como o trabalho dos Bombeiros e da máquina da Prefeitura, o fogo foi controlado, após consumir pouco mais de uma quadra de vegetação.

(*)Com informação de Jovem Sul News

Bombeiros lutam contra o fogo (Foto: Jovem Sul News)

Uma máquina da Prefeitura fez aceiros para controle do fogo (Foto: Jovem Sul News)

Comentários