12/03/2012 18h04 – Atualizado em 12/03/2012 18h04

“Fiquei transtornado, não sabia o que fazer”, diz acusado de acidente fatal

A idosa Lázara dos Santos Ocampos, de 79 anos, morreu atropelada por S10 conduzida por músico

Elisângela Ramos

Músico conhecido na cidade se apresentou na tarde desta segunda-feira (12) na 3ª Delegacia de Polícia de Três Lagoas para dar sua versão sobre o acidente que ocorreu no domingo e matou idosa no trânsito. Ele foi ouvido pelo delegado Orlando Vicente Sacchis.

Identificado apenas pelo apelido Beto, o acusado disse ao Perfil News que que o acidente era inevitável devido à falta de atenção da pedestre “Algumas pessoas que estavam no local tentaram alertar a idosa com gritos, tentei desviar, mas não foi possível”, conta o acusado.

Segundo o delegado Orlando Vicente, Beto foi ouvido e será indiciado por dois crimes homicídio culposo, quando não tem a intenção de matar, e evasão do local do acidente sem prestar socorro. “Ela avançou na frente do carro, não consegui evitar o acidente, fugi por temer uma reação da população”, justificou o músico, que diz estar transtornado com o fato.

O atropelamento aconteceu na noite de domingo (11) na avenida Clodoaldo Garcia no bairro Santos Dumont em Três Lagoas. A camioneta conduzida por Beto atingiu a idosa que segundo informações, estava atravessando a avenida. Ela morreu na hora.

Condutor diz que fugiu do local do acidente temendo ser agredido por populares. (Foto: Pollyanna Eloy/Minuto MS)

Comentários