24/02/2012 11h31 – Atualizado em 24/02/2012 11h31

Esse foi um dos carnavais mais tranquilo de Três Lagoas

Durante a folia do Momo, apenas um roubo foi registrado pela Polícia Militar, segundo informou o comandante do 2º BPM, major Wilson Sérgio Monari

Ricardo Ojeda – Caldeirão do Bolsão

COTIDIANO

A única ocorrência negativa foi no trânsito, onde foi registrado uma vítima. Fora isso, apenas as situações do cotidiano foram registradas pelos policiais.

SEM TRÉGUA

Falando nisso a PM não está dando trégua no trânsito. São constantes as blitzes relâmpagos realizadas em vários setores da cidade. O alvo maior dessas operações é tirar de circulação motoqueiros sem documentos dos veículos e falta de habilitação.

SEMPRE ELES

Grande parte das ocorrências no trânsito em Três Lagoas envolve motocicletas. Desses, muitos não possuem habilitação para conduzir as possantes.

IMORTAIS

A maioria dos motoqueiros quando estão pilotando se comportam como se fossem imortais, desafiando os veículos. Tai o motivo do aumento das estatísticas de acidente.

E AS BYKES?

Seria amplamente salutar que a PM desse uma fiscalizada com mais rigor nos condutores de bicicleta. Afinal, embora não possua motor, a bike não deixa de ser um veículo. É comum vermos bicicletas circulando na contramão, e na maioria das vezes, com o condutor falando ao celular. Isso pode???

VÍTIMA

Na noite de quinta-feira, o titular do Caldeirão ao sair à noite do escritório, que fica na Rua Duque de Caxias, (que agora virou mão única) bateu em uma ciclista que vinha na contramão. A sorte é que o veículo estava bem devagar. Os prejuízos foram apenas materiais.

ACABANDO

Para alívio de muitas pessoas o mês de fevereiro está acabando. Lembrando que na mesma época no passado a região do Bolsão foi castigada pelas chuvas que caíram torrencialmente em vários municípios . Na ocasião, a Estação de Tratamento de Água da Sanesul em Paranaíba ficou completamente invadida pelas águas.

SEM OCORRÊNCIA

Com isso o município ficou sem água por mais de três dias. Isso em pleno carnaval. Naquela ocasião a cidade recebeu milhares de foliões que vieram prestigiar o Carnaíba. Felizmente nesse ano nenhuma ocorrência com essas características foi registrada.

MUNICÍPIOS ISOLADOS

Lembrando que no ano passado as fortes chuvas castigaram as estradas da região. Em Paranaíba (sempre lá) um trecho no quilômetro 79, da BR 158 foi levado pelas águas. Na ocasião, a população de Cassilândia e Paranaíba ficou isoladas, tendo que atravessar a via através de uma precária passagem. veja a matéria

AGRADECENDO AOS CÉUS

Aqui na região na região de Três Lagoas, Dirceu Deguti, chefe regional da Agesul, responsável pelas estradas da região apela para todos os santos para a chuva não cair com muita intensidade. Se isso acontecer, ele terá trabalho redobrado para recuperar as vias do Estado.

JÁ ERA HORA

Até que enfim os destroços da torre da operadora Claro foram removidos. O problema se arrastou por mais de 01 ano e inclusive ganhou uma festa, com direito a bolo de aniversário organizado pelo site Perfil News.

FEZ-SE JUSTIÇA

Agora, a empresa Americel AS, dona da Claro foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Estado em R$ 50 mil por casa destruída pela queda da torre. Ao todo, quatro moradores terão direitos à indenização.

ISOLADOS

Lembrando que esses moradores ficaram esquecidos em hotéis na cidade por vários meses, onde foram privados da liberdade de receber amigos e familiares na hora e no dia que quisessem.

REPERCUSSÃO INTERNACIONAL

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova (foto), condenou os assassinatos dos jornalistas brasileiros Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, o Paulo Rocaro, em Ponta Porã, e Mário Randolfo Marques Lopes, em Barra do Piraí (RJ) e pediu uma investigação “exaustiva” dos crimes para proteger a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa.

ACOMPANHANDO DE PERTO

Vale lembrar que a Assembleia Legislativa do Estado criou a Frente Parlamentar de Enfrentamento às Drogas. O coordenador da movimento é o deputado Eduardo Rocha. A primeira missão dos parlamentares que compõem a Frente será acompanhar as investigações do assassinato do jornalista Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, o Paulo Rocaro.

TRIBUNA POPULAR

O site Perfil News sempre serviu de tribuna para leitores que tem reclamação (com embasamento) de várias situações que acontece na cidade. Na quinta-feira, Adilsom Nogueira enviou fotos ao Perfil News onde reclamava das precária situação da Rua José Amim. As fotos e matérias foram publicadas, mas ainda não se tem conhecimento de alguma providência tomada pela prefeitura. Alô Agamenon!!!!

CLUBE O CARRO

Três Lagoas ganha nessa sexta-feira o Clube de Carros Antigos. Participam o clube um seleto e privilegiado grupo de amigos. O responsável pelo movimento é o professor Janivaldo dos Santos Bernardes.

SUSTO

A na manhã dessa sexta-feira as sirenes das viaturas do Corpo de Bombeiros de Bataguassu assustaram alguns moradores daquela cidade, quando logo pela manhã foram acionado para atender uma ocorrência. Dessa vez, o fato aconteceu na estação de tratamento de água da Sanesul, que vazou Cloro Gasoso, deixando um forte odor nas redondezas.

TERRORISMO

A leitora Sandra Cesznec postou na seção de comentários do Perfil News o seguinte comentário: Esperar, ficar na fila não chega a ser nada diante do fato que os batedores param em plena ponte (segurando a fila), a mesma balança. Agora pergunto: pra que parar em cima da ponte? Ficar parado em cima da ponte é assustador, será que esse mesmo “engenheiro” é quem determina isso? A pessoa que determinou isso deve ser um profissional do “terrorismo”.

BALANÇA, MAS NÃO CAI

A matéria no qual originou o comentário da leitora é sobre a ponte Mauricio Joppert que está sendo reformada. Por causa disso uma via fica fechada. A ponte possui uma extensão de 2.550 metros e no local, o rio Paranazão tem uma profundidade de mais de 50 metros. A ponte, como disse a leitora, balança, mas não cai. Mas dá um medo danado.

PARA REFLETIR

O importante é sacrificar aquilo que somos para ser aquilo que podemos vir a ser. (Charles Dubois)

Comentários