08/09/2018 08h31

Governo federal já garantiu R$ 10 milhões para recuperação da estrutura

Redação

Uma força-tarefa para resgatar o acervo do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, será composta pela união entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Conselho Internacional de Museus, Centro Internacional de Estudos para a Conservação e Restauro de Bens Culturais e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

O governo federal já garantiu R$ 10 milhões para a reconstrução do Museu, que pegou fogo na última semana. A força-tarefa irá trabalhar na localização e recuperação das peças que resistiram ao incêndio, em conjunto com o comitê responsável pela restauração do local.

(*) Portal do Brasil

Ação é importante para localizar e catalogar peças que resistiram ao incêndio - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Comentários