Uma Força-Tarefa composta pelas polícias, Civil e Militar está investigando as ocorrências de furtos de fios e cabos elétricos em Três Lagoas

(*) Ricardo Ojeda

OUSADOS

A ousadia dos meliantes é tanta que eles agem nas vias públicas retirando as fiações da rede instalada pela prefeitura para a iluminação de LED que foi recentemente implantada em vários pontos da cidade.

GATUNOS

Não satisfeitos, os gatunos resolveram atacar os postos de abastecimento da Sanesul. No domingo passado eles agiram levando a fiação que atende a rede elétrica do poço TLG 27, nas proximidades do residencial Novo Oeste.

EQUIPE DINÂMICA

Os meliantes levaram uma grande quantidade de fios e cabos, desligando o sistema elétrico da unidade. Graças ao dinamismo e o empenho dos técnicos da empresa, o problema foi rapidamente solucionado.

PREJUÍZO

Entretanto na madrugada desta terça-feira os ladrões agiram novamente, desta vez arrancando os cabos e a fiação elétrica do sistema de abastecimento Vila Nova. Essa unidade atende vários bairros daquela região da cidade, atingindo cerca de 30 mil pessoas, ou ¼ dos moradores de Três Lagoas.

SISTEMA RESTABELECIDO

Novamente o gerente regional da Sanesul, Adilson Bahia colocou a equipe técnica para reparar os estragos e em poucas horas o fornecimento de água foi restabelecido.

REUNIÃO COM O CHEFE

Cansado dessas bandalheiras, o prefeito Angelo Guerreiro convocou o comando do 2º BPM e do delegado regional para uma reunião em seu gabinete que aconteceu na manhã de hoje. O chefe de gabinete Coronel Moraes e o secretário de Infraestrutura, Adriano Barreto, conduziram a reunião.

ATRÁS DAS GRADES

Deste encontro ficou definida a formação de uma força-tarefa entre a Civil e Polícia Militar para pegar esses malandros e colocá-los atrás das grades.

NO XILINDRÓ

Um deles já foi preso na madrugada desta terça-feira quando roubava a fiação de uma residência que estava passando por reformas. O meliante estava no forro quando a Polícia Militar chegou, pegando o dito-cujo em flagrante. Hoje ele viu o sol nascer quadrado.

OS MIMIZENTOS

Infelizmente às vezes a polícia deixa de agir com rigor devido a represálias por parte de algumas pessoas da sociedade que defendem esses marginais. Inclusive estão atacando até os jornalistas e órgãos de imprensa por causa dos títulos empregados na matéria.

DEFENSORES DE BANDIDOS

Esses pseudo-cidadãos defendem os meliantes afirmando que eles são vítimas da sociedade, que merecem uma chance de se regenerarem. Dizem isso porque não foram atacados pelos marginais. Quando isso acontecer com certeza eles mudam de ideia rapidinho.

PARALISAÇÃO

Cresce muito a insatisfação dos caminhoneiros com a alta dos preços dos combustíveis praticado pela Petrobras. Foi o quinto aumento esse ano. Por conta disso, nesta terça-feira ocorreu uma paralisação da categoria em Londrina.

PODE COMPLICAR

Se essa manifestação se alastrar pelo Brasil a situação ficará muito complicada para todos nós. Mais do que já está. Quem viver, verá!

REELEIÇÃO

O empresário Fernando Jurado vai concorrer à reeleição para mais um mandato na presidência da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas. Jurado, dinâmico empresário da construção civil, fez a diferença no comando da entidade que atende aos interesses da classe empresarial e industrial do município.

SEJA BEM-VINDA!

Inclusive foi na sua gestão que conseguiu associar a toda poderosa Suzano Celulose para compor o quadro de sócios da associação.

AMPLIANDO O DEBATE

A chegada da fábrica de celulose como associado vai redirecionar a atenção da diretoria para a participação da indústria nos debates promovidos pela entidade.

VISTORIANDO OBRAS

E pelo jeito as obras não param em Três Lagoas, elas estão acontecendo em todos os bairros e setores da administração. Hoje pela manhã, o prefeito Angelo Guerreiro fez uma visita de vistoria nas obras de reforma do Centro Pop e Acolhimento Pop. Pelas imagens vai ficar um show.

CENTRO DE ACOLHIMENTO

Para quem não sabe o que significa Centro Pop é um local que a secretaria de Assistência Social atende os moradores em situação de rua. Ou seja, aquelas pessoas que não tem um teto e nem uma alimentação saudável.  

AÇÃO SOCIAL

Assistentes sociais da secretaria passam pelas ruas recolhendo os moradores, levando para o local, onde recebem alimentação adequada, higiene pessoal e até hospedagem. Um show!

Comentários