21/03/2012 20h12 – Atualizado em 21/03/2012 20h12

Eduardo Rocha preside reunião de Frente Parlamentar com secretária e técnicos da Educação

Deputado defende ações articuladas entre órgãos públicos e sociedade civil organizada para o enfrentamento às drogas em Mato Grosso do Sul

Da Redação*

A secretária estadual de Educação, professora Maria Nilene Badeca, participou nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa de reunião com os membros da Frente Parlamentar de Combate às Drogas, quando foi discutido o Plano Estadual de Combate às Drogas.

A reunião, presidida pelo deputado Eduardo Rocha (PMDB), contou com a presença dos deputados Rinaldo Modesto e Dione Hashioka, do PSDB, e Mara Caseiro (PT do B). Também participaram Cheila Cristina Vendram e Roberval Furtado, da SED, que fizeram a exposição dos projetos que já são desenvolvidos pelo governo no combate às drogas, como o Proerd .

A secretária disse da necessidade de expansão de projetos que atuem na prevenção às drogas, em parcerias com outros órgão do governo, Policia Militar e legislativos.

“Quero aqui firmar um compromisso de possibilitar a participação efetiva da Secretaria Estadual de Educação, com professores e alunos, nos eventos e ações para a campanha de enfretamento e combate às drogas”, disse.

Segundo ela, na área da educação há um projeto, que deverá ser posto em prática ainda este ano, denominado “Estudante Consciente-MS sem Drogas”, que vai envolver o Executivo, o Legislativo, Tribunal de Justiça, promotorias e instituições ligadas ao ensino.

A iniciativa foi elogiada pelo deputado Eduardo Rocha, que também ressaltou a importância de uma campanha forte, envolvendo as estruturas governamentais e do legislativo, para maior divulgação dos malefícios das drogas.

“Precisamos levar aos nosso estudantes e nossos jovens, a realidade das drogas, com vídeos, cartazes, depoimentos, para que eles nem queiram nenhum tipo de aproximação com nenhum tipo de droga, incluindo a bebida e o cigarro, mas em especial o crack, que já consideramos o mal do século”, disse o deputado, para quem é necessária a conjugação de forças do poder público e a sociedade civil organizada.

(*) Com informações da assessoria

Frente Parlamentar discute plano antidrogas com secretária e técnicos da Educação. (Foto: Divulgação

Comentários