12/01/2013 08h16 – Atualizado em 12/01/2013 08h16

Fumar contribui para calvície; veja 10 motivos para parar

Terra

Menos ansiedade: fumantes acreditam que o hábito é uma maneira de relaxar, mas um estudo inglês mostrou que, na verdade, é abandonar o cigarro que faz com que os níveis de ansiedade sejam diminuídos. Outra pesquisa, feita em 2010, apontou ainda que após um ano sem fumar as pessoas mostram-se menos estressadas

Melhor saúde bucal: abandonar o cigarro reduz chances de problemas bucais, como cáries ou gengivite, além de diminuir drasticamente as chances de desenvolver câncer na região

Melhor vida sexual: estudos sugerem que fumar reduz o interesse sexual em homens e mulheres. E pior: a nicotina afeta também os não-fumantes que convivem com quem fuma

Uma pele melhor: o cigarro interfere na cor da pele, favorece a flacidez, dá rugas, principalmente ao redor dos lábios. Mas, a boa notícia é que um mês sem o vício já recupera parte do viço do órgão

Cabelos mais saudáveis: um estudo associou o fumo a maior risco de calvície em homens. Dados de 2007 mostram que mesmo quando há outros fatores presentes, como idade, homens que consumiam 20 ou mais cigarros por dia comprometiam a permanência dos fios

Melhor humor: segundo pequisa da Universidade Brown, nos Estados Unidos, parar de fumar ajuda a melhorar o humor. Ex-fumantes relataram que nunca se sentiram tão felizes como após abandonar o vício

Vida mais longa: de acordo com pesquisa divulgada em 2012, parar de fumar pode acrescentar uma década a mais na vida de uma mulher. O fumo afeta a expectativa de vida mesmo das fumantes eventuais ou que consomem apenas um cigarro por dia

Mais chances de engravidar: se quiser ter filhos, uma mulher deve parar de fumar. As fumantes têm 60% mais chances de se tornar inférteis, na comparação com as que não apresentam o vicio

Sentir mais o sabor dos alimentos: muitos fumantes relatam que não sentem sabor na comida. Um estudo feito em 2009 com soldados gregos constatou que o fumo compromete o paladar

Menos resfriados: segundo pesquisa da universidade de Yale, o fumo torna os sintomas dos resfriados mais intensos, pois o vício afeta o sistema imunológico

Após um ano sem fumar as pessoas mostram-se menos estressadas (Foto: Arquivo)

Comentários