08/03/2012 13h17 – Atualizado em 08/03/2012 13h17

Parlamentares dizem que orçamento de R$ 5 bilhões é pequeno para necessidades do Centro Oeste

Orçamento, somado ao Fundo de Desenvolvimento do Centro Oeste, é insuficiente para todas as demandas, segundo os parlamentares da região

Ricardo Minella*

A Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco), realizou na manhã desta quinta-feira, 08, no Senado, um café da manhã para os deputados e senadores, que compõem as bancadas dos Estados da Região. O encontro teve como objetivo a apresentação da sistemática para cadastramento das propostas de projetos, que serão custeados, por meio de emendas apresentadas no ano passado, além do anuncio dos valores que irão compor os Fundos do Centro Oeste (FCO) e de Desenvolvimento do Centro Oeste (FDCO).

O evento foi presidido pelo Diretor Superintendente da Sudeco Marcelo Dourado que, informou as datas de inserção das propostas a serem cadastradas no Portal de Convênios do Governo Federal (Siconv). Dourado também relatou as iniciativas da Superintendência para atrair plantas industriais internacionais. “Em duas semanas estarei em Portugal levando uma delegação com representantes dos três Estados e do Distrito Federal. Chineses, italianos e até o mundo árabe estão nos procurando para realizar investimentos”, afirmou.

O sistema de cadastramento das propostas, que deve ser realizado pelo corpo técnico de administrações municipais e pelos governos dos Estados, estará disponível no começo da segunda quinzena de março.
Dourado também anunciou os números que vão compor o FCO e o FDCO. Os valores que foram confirmados são de R$ 5 bilhões para o Fundo do Centro Oeste e R$ 80 milhões destinados para o desenvolvimento da região.

Os parlamentares avaliaram os recursos como insuficientes. Para o senador Waldemir Moka (PMDB), a alternativa é mobilizar a classe política. “Proponho que em abril, marquemos uma reunião com os quatro governadores, todas as bancadas e a presidente Dilma. R$ 80 milhões é pouco”, defendeu.

Já o senador Jayme Campos (DEM-MT) questionou sobre qual instituição financeira vai gerir os recursos. “Atualmente os juros praticados pelo Banco do Brasil estão muito altos”. O Superintendente defende a criação do Banco do Desenvolvimento do Centro Oeste. “O projeto está no Congresso, temos que nos mobilizar para aprovar”, respondeu Dourado.

(*) Assessoria do Deputado Geraldo Resende

Para o deputado Geraldo Resende (PMDB), que participou do encontro, o fortalecimento da Superintendência é fundamental e é de responsabilidade de todas as bancadas. “Todos nós aqui passaremos, mas a Sudeco vai ficar. Temos que mobilizar cada deputado e cada senador dos Estados e do Distrito Federal. Apenas dessa forma poderemos angariar recursos e almejar o desenvolvimento da região”, finalizou Geraldo, que também é coordenador da bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional.

Também estavam presentes os deputados Reinaldo Azambuja (PSDB), Homero Pereira (PSD-MT), além do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Vários parlamentares destacaram assessores para a reunião.

Deputados Geraldo Resende (PMDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB), e o senador Waldemir Moka (PMDB) foram informados nesta quinta sobre tamanho do orçamento da SUDECO. (Foto: Rodrigo Pael)

Comentários