30/07/2019 09h33

Operação apura fraude em licitações de mandatos anteriores, diz advogado

Jornal da Nova

Em busca de documentos, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) “fechou” a Prefeitura de Batayporã na manhã desta terça-feira, 30.

De acordo com um dos advogados do Executivo, ouvido pelo Jornal da Nova, a operação tem por objetivo apurar supostas fraudes em licitações de mandatos anteriores.

Com o apoio da Polícia Militar, o Gaeco chegou em Batayporã por volta das 6h. Sem acesso ao prédio, os funcionários da Prefeitura foram dispensados. Os policiais realizam buscas na casa do Secretário de Administração, Finanças e Planejamento (SMAFIP), Dilmo Teixeira.

Além da Prefeitura de Batayporã, residências no município e na cidade vizinha, Nova Andradina, deverão ser visitadas pelos policiais.

Ainda não há informações se a ação é de iniciativa da Promotoria local. Também não há informações de pessoas presas.

Foto: Jornal da Nova

Comentários