02/09/2014 08h42 – Atualizado em 02/09/2014 08h42

Tragédia em Ribas: Garotos não sabiam nadar e pai alertou para não entrarem na água

Na manhã de ontem (1), o Corpo de Bombeiros de Campo Grande (MS) com mergulhadores e equipe de apoio também foram para o local, e encontraram por volta das 8h40 corpo do menino mais velho, de 14 anos

Da Redação

Ribas do Rio Pardo (MS) amanheceu de luto. Na tarde do último domingo, dia 31 de agosto, uma família moradora do bairro Boa Vista foi até a Fazenda Laranjal para uma pescaria. O que era para ser um dia feliz e de descontração, acabou em uma grande tragédia.

A pedido da justiça os nomes serão preservados. De acordo com informações prestadas a Polícia Civil, enquanto o pai pescava há uma distância de 200 metros, os dois filhos de 9 e 14 anos, ficaram brincando próximos da mãe e também na companhia de dois adolescentes, um casal de 14 e 15 anos respectivamente.

Antes de sair de perto dos garotos para pescaria, o pai teria dito, “não quero vocês na água”. O local é banhado pelo Rio Formoso que forma diversas prainhas, e próximo ao barranco têm lugares rasos. O rio tem correnteza e também faz uma curva perto de onde eles brincavam.

Em dado momento, por volta das 14h, os dois meninos entraram no Rio Formoso e brincavam na área rasa lado a lado e sem perceber começaram a ir para o fundo. As informações dão conta que o irmão mais novo pisou em um poço e afundou, o irmão que estava ao lado foi ajudar e também se afogou.

Nem a mãe, nem o casal de adolescentes que estavam próximos sabia nadar e ainda assim tentaram ajudar. Gritaram o pai dos garotos que chegou a entrar na água, mas infelizmente já era tarde. Os pedidos de ajuda foram feitos e as buscas começaram.

BUSCAS

Com auxílio de barcos, pescadores de Ribas do Rio Pardo (MS) foram para o local para ajudar na localização. Na manhã desta segunda-feira (1), o Corpo de Bombeiros de Campo Grande (MS) com mergulhadores e equipe de apoio também foram para o local, e encontraram por volta das 8h40 corpo do menino mais velho, de 14 anos. O corpo estava próximo do local que eles sumiram.

Informados, Polícia Civil e o agente funerário foram para o local às 11h. Da sede de Ribas até onde o acidente aconteceu, a distância é de 68 quilômetros. O corpo seguiu para o Instituto Médico Legal em Campo Grande (MS).

COMOÇÃO

Como não poderia ser diferente, a tragédia causou grande comoção na cidade, e principalmente no bairro Boa Vista onde os meninos moravam e também na Escola Municipal Iracy da Silva Almeida (ISA). Na sala em que o menino mais velho estudava, os alunos se abraçaram, choraram bastante e fizeram uma oração.

No período da tarde, os alunos da sala em que outro garoto estudava fora dispensados. Emocionada, a professora chorou muito e não teve forças para dar a notícia aos coleguinhas.

As buscas continuam na região, e não há previsão de quando irá acontecer o velório do menino encontrado.

(*)Com informação de Rádio 90FM

Local onde os irmãos se afogaram (Foto: Divulgação Ascom/PC)

Nem a mãe, nem o casal de adolescentes que estavam próximos sabia nadar e ainda assim tentaram ajudar (Foto: Rádio 90FM)

Corpo do menino de 14 anos seguiu para o Instituto Médico Legal em Campo Grande (MS) (Foto: Radio 90FM)

Comentários