19/11/2006 16h36 – Atualizado em 19/11/2006 16h36

G1.com.br

O gaúcho Eduardo Iglesias Moreira, 23 anos, morto no começo deste mês em Londres, na Inglaterra, será enterrado às 16h30 deste domingo (19), no Cemitério João XXIII, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O corpo dele chegou ao Brasil neste sábado (18) e seguiu para a capital gaúcha depois de sofrer com a burocracia brasileira.

Segundo a prima de Eduardo, Isabel Cristina Ribeiro, que tratou do traslado do corpo, a família estava muito ansiosa em poder olhar o rapaz. “Estamos no limite. Qualquer coisa que acontece já nos deixa nervosos e instáveis”, explicou. A mãe, Andréa Iglesias Moreira, passou no Aeroporto Salgado Filho e teve de ser amparada por familiares.

Ela disse que o corpo de Eduardo chegou ao Brasil na manhã de sábado, em São Paulo, e deveria seguir em um vôo para Porto Alegre previsto para às 13h do mesmo dia. A falta de uma assinatura em um documento da Receita Federal provocou o atraso do embarque no segundo vôo, agendado para às 16h do sábado. “Ele (eduardo) só foi embarcar para o aeroporto daqui às 23h. É impressionante como não há sensibilidade das pessoas num momento como esse”, lamentou Isabel.

Depois disso, o corpo foi liberado às 5h da manhã deste domingo. “A mãe está bem mais tranqüila agora, pois está ao lado do filho. Era isso que ela tanto queria no momento”, disse Isabel, que deverá acompanhar a investigação do caso.

Para a família, a morte de Eduardo ainda é um mistério. Os pais receberam a notícia da morte do filho há 15 dias. Ele foi encontrado morto numa calçada de Londres e vestia calça e camiseta numa noite de frio. “Temos apenas um laudo transitório, mas as investigações vão continuar”, disse Isabel.

Comentários