16/04/2013 15h54 – Atualizado em 16/04/2013 15h54

Secretário de Obras Giroto solicita no Ministério da Integração R$ 100 milhões para Cassilândia, Coxim e a Rodovia Sul-Fronteira

Participaram da reunião Waldemir Moka, Geraldo Resende e Akira Otsubo, Júnior Mochi, e os prefeitos de Adão Rolim, de São Gabriel do Oeste; e Aluizio São José, de Coxim

Da Redação

O Secretário de Obras Públicas e Transportes de Mato Grosso do Sul e deputado federal licenciado, Edson Giroto – acompanhado de parlamentares federais, estaduais e prefeitos -, esteve reunido na tarde de hoje (16) com o Secretário Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, Coronel Humberto Vianna, para discutir a liberação de R$ 100 milhões para contenção de cheias nos municípios de Cassilândia, Coxim, bem como para discutir a conclusão da Rodovia Sul-Fronteira.

São R$ 42 milhões para contenção de enchentes do Rio Taquari, no município de Coxim, que consiste, entre outras coisas, fazer obras para no controlar a erosão no curso d’água e na bacia do Córrego Criminoso, nos bairros Vila Bela e Senhor Divino, no município. Será feita uma bacia de detenção de águas de enchentes, com capacidade para 240 mil metros cúbicos, desassoreamento de 900 metros de canal e recuperação de 161 mil metros quadrados de áreas destruídas por erosões.

Já em Cassilândia a proposta é fazer a urbanização do Fundo de Vale, com a pavimentação asfáltica de ruas e drenagem de águas pluviais, entre a Avenida Juracy Lucas e a Rua Sebastião Martins da Silva, totalizando de 6,3 quilômetros. As obras – com custo total de R$ 18 milhões – são para evitar os transbordamentos que ocorrem no período de chuvas.

Durante a reunião, o Secretário de Obras explicou que a urbanização em Cassilândia é “importante para evitar que o Córrego Cedo volte a transbordar, alagando casas e causando prejuízos a toda a população sul-mato-grossense”, ressaltando que “estão assegurados no Orçamento da União R$ 800 mil para o projeto que vai conter a enchentes no Rio Taquari”.

O outro assunto tratado No encontro foram as obras da Rodovia Sul-Fronteira, a MS-165, que depende da liberação de R$ 43 milhões do Ministério da Integração Nacional. O acompanhamento dos trabalhos é feito pela Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste).

Giroto solicitou a reprogramação de convênio de R$ 6,5 milhões e a liberação de outros R$ 37,6 milhões para dar continuidade a pavimentação de 62 quilômetros da MS-165, no trecho entre os municípios de Ponta Porã até Coronel Sapucaia. A obra está paralisada por falta desta reprogramação, solicitada em 2010 e autorizada no ano passado, mas que ainda não foi realizada pela Sudeco.

Participaram da reunião o senador sul-mato-grossense Waldemir Moka, os deputados federais Geraldo Resende e Akira Otsubo, o deputado estadual Júnior Mochi, e os prefeitos de Adão Rolim, de São Gabriel do Oeste; e Aluizio São José, de Coxim.

(*) Com informações de Assessoria de Comunicação

Comentários