14/05/2015 09h00 – Atualizado em 14/05/2015 09h00

A família Sarney não só produziu bolsões de miséria no Maranhão como políticos sem noção, como esse deputado Alexandre Almeida, do nanico PTN, que disse que Campo Grande é uma Capital pequena e sem expressão. Não se sabe qual o contexto do seu discurso, mas daí a falar de uma cidade que ele não conhece é demonstrar total ignorância e despreparo para a função. A resposta a ele será em forma de repúdio, proposta pelo tucano Ângelo Guerreiro, representante de Três Lagoas na Assembleia de MS.

TROCO

Não foi à toa que o deputado estadual João Grandão, vice-líder da bancada do PT na Assembleia, apresentou moção de repúdio ao maranhense infeliz, que em discurso declarou que “Campo Grande é uma Capital tão pequena que não tem expressão”. “Exigimos respeito ao povo sul-mato-grossense. Esse cidadão sequer sabe que nossa Capital figura, em segundo lugar do País, como a melhor cidade para investimento e São Luís do Maranhão nem aparece”, disse o petista, ao exagerar na dose.

INTENÇÃO

Alguns deputados estaduais se articulam para disputar a prefeitura de Campo Grande nas eleições do ano que vem. Do interior surgem Felipe Orro (PDT), de Aquidauana, e Mara Caseiro (PTdoB), de Eldorado. Isso, sem contar Marquinhos Trad (PMDB) e Márcio Fernandes (PTdoB), cujos domicílios eleitorais são a Capital. Já no interior dizem que Renato Câmara (PMDB) disputaria a prefeitura de Dourados e não da sua cidade natal, Ivinhema, juntamente com Barbosinha (PSB). É esperar pra ver no que vai dar.

APAGÃO

Delcídio do Amaral (PT-MS) chegou a receber uma injeção de ânimo ao ser indicado pela companheira Dilma para líder do governo no Senado. Porém, o senador continua apagadíssimo depois que foi derrotado para o tucano Reinaldo Azambuja no segundo turno das eleições de 2014 ao governo de Mato Grosso do Sul. Pior é que ainda há aqueles que acreditam que o petista tem gás suficiente para enfrentar as urnas, ano que vem, na disputa pela prefeitura da Capital.

EM ALTA

Analistas políticos têm destacado o trabalho do deputado estadual Barbosinha (PSB) na Assembleia Legislativa e o colocam como a maior surpresa do Parlamento. De raciocínio rápido e com projetos e discussões de interesse do Estado, o douradense vai dando seu recado e provando que quando se quer é possível legislar com qualidade. A continuar assim, poderá se credenciar a voos mais altos, como a prefeitura de Dourados, por exemplo. O desgaste de alguns partidos corrobora para isso.

Comentários