03/04/2014 09h59 – Atualizado em 03/04/2014 09h59

Governador garante mais R$ 36 milhões para serem investidos no setor da educação de MS

O governador André Puccinelli garantiu nesta quarta-feira (2), com a assinatura de autorizações e ordens de serviço, que mais R$ 36 milhões serão investidos no setor educacional em Mato Grosso do Sul

Da Redação

O governador André Puccinelli garantiu nesta quarta-feira (2), com a assinatura de autorizações e ordens de serviço, que mais R$ 36 milhões serão investidos no setor educacional em Mato Grosso do Sul.

As autorizações assinadas por Puccinelli asseguram recursos para serem investidos na construção de dez novas escolas estaduais. Já a ordem de serviço foi dada para que outras sete unidades recebam novas quadras cobertas e três escolas ganhem a cobertura da quadra de esportes e arquibancadas novas.

O governador ressaltou que os R$ 36 milhões destinados à educação serão reunidos a outros investimentos no setor, que já estão em andamento e que fazem parte das ações para fortalecer o segmento e proporcionar mais qualidade ao ensino público. “Estes investimentos são somados à sustentação da educação em Mato Grosso do Sul dando continuidade à manutenção das verbas próprias para educação, custeio, valorização salarial e profissional do grupo do magistério e administrativos”, esclareceu Puccinelli.

FORTALECIMENTO

Para o governador, as ações desenvolvidas nos últimos anos estão ligadas e visando ao fortalecimento do ensino público. “A melhoria da edificação, a valorização salarial do profissional, de quem atua dentro da escola e o estímulo aos alunos com uniformes, kits escolares e os prêmios formam uma tríade que faz com que a nossa educação se torne a melhor do País, sem sombra de dúvida”, declarou André, ao reforçar: “É um trabalho em conjunto dos diretores, adjuntos, magistério, especialistas, inspetores, administrativos, merendeiras, guardas, faxineiras, enfim, de todos. Nós hoje sentimos orgulho da nossa escola estadual”, enalteceu o governador.

A secretária de Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, lembrou que o governador André Puccinelli sempre teve a educação como um dos setores essenciais de sua administração. “A vontade e o compromisso do André sempre tratou a educação como uma prioridade em seus governos”, destacou Nilene.

Na Capital será construída uma nova escola no bairro Nova Lima, na Cidade dos Meninos. No interior, os assentamentos e aldeias irão receber novas unidades escolares. Em Dourados as escolas serão erguidas na Vila Romana, no Distrito de Indápolis e no bairro Dioclécio Artuzzi. Os municípios de Japorã, Porto Murtinho, Miranda e Tacuru irão receber unidades escolares para atender os alunos das aldeias Porto Lindo, Alves de Barros, Lalima e Sossoro, respectivamente.

INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO

O compromisso em destinar recursos para a educação já trouxe para Mato Grosso do Sul o título de Estado brasileiro que mais investe no segmento. Em 2011 o Ministério da Educação verificou que mais de 32% da receita do governo do Estado são aplicados no ensino público.

Os números mostram que o setor educacional deu grande salto de qualidade com os recursos destinados à ampliação e melhoria da educação básica e profissional de Mato Grosso do Sul. Neste período (2007 a 2014) o Estado ganhou 36 novas escolas, das quais 25 foram construídas e outras 11 unidades escolares garantidas no MS Forte 2 – Pacote de obras e ações de R$ 3,6 milhões investidos na melhoria da qualidade de vida do sul-mato-grosssense de 79 municípios.

A valorização inédita do ensino público veio com a entrega de uniformes, kits de material escolar, premiação aos alunos com melhores desempenhos das escolas da Rede Pública Estadual e assinatura do Pacto de Valorização dos Trabalhadores em Educação e Modernização do Estatuto dos Profissionais da Educação Pública de Mato Grosso do Sul que garantiu abertura de novas vagas no magistério estadual e servidores administrativos.

O governo do Estado ainda assegurou uma política salarial para professores e servidores administrativos da educação e remuneração superior ao piso salarial nacional para professores de 40 e 20 horas/aula da educação básica da Rede Estadual, conforme levantamento do Ministério da Educação.

(*)Com informação de Noticias MS

As autorizações assinadas por Puccinelli asseguram recursos para serem investidos na construção de dez novas escolas estaduais (Foto: Edemir Rodrigues)

Já a ordem de serviço foi dada para que outras sete unidades recebam novas quadras cobertas e três escolas ganhem a cobertura da quadra de esportes e arquibancadas novas (Foto: Edemir Rodrigues)

Comentários