27/12/2012 08h23 – Atualizado em 27/12/2012 08h23

Da Redação

O governador André Puccinelli sancionou duas leis aprovadas pela Assembleia Legislativa que instituem cognomes aos municípios de Dourados e Alcinópolis. As leis foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (26).
A lei nº 4.305 dá ao município de Dourados o cognome de Capital Regional do Setor Sucroalcooleiro já que a cidade tornou-se sede do maior evento do setor sucroenergético, o Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul – Canasul.

O Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul) e a Feira do Agronegócio e do Setor Metalmecânico (Agrometal) foram inseridas no Calendário Oficial de Eventos do Estado por meio da lei Estadual 4.279. Os eventos acontecem simultaneamente há seis anos no Parque de Exposições de Dourados durante o mês de outubro e atraem participantes de vários Estados, países e companhias multinacionais do setor.

Os eventos são considerados de extrema importância para alavancar a economia da região e têm transformado a cidade em um centro de produção de álcool, açúcar e energia, e proporcionado mão de obra especializada para a manutenção da cadeia produtiva da cana-de-açúcar.

A lei nº 4.306 confere ao município de Alcinópolis o cognome de Capital Estadual da Arte Rupestre. Estudos realizados pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) mostram que Alcinópolis possui o maior conjunto de sítios arqueológicos com arte rupestre em Mato Grosso do Sul como o Templo do Pilares, com mais de duas mil gravuras e pinturas rupestres.

A arte Rupestre faz referência a termos dados às mais antigas representações artísticas datadas do período Paleolítico Superior, há cerca de 40 mil anos antes de Cristo, que foram gravadas em abrigos ou cavernas, em suas paredes e tetos rochosos, ou também em superfícies rochosas ao ar livre, mas em lugares protegidos, normalmente datando de épocas pré-históricas.

(*) Com informações do MS Noticias

Comentários