Secretaria de Saúde afirma que, apenas em setembro, já pagou R$ 3,3 milhões à empreiteira, mas que ainda deve duas medições, para as quais a Sial ainda não emitiu nota, e mais R$ 554 mil, que serão pagos nesta terça-feira

A Secretaria de Saúde confirmou que está com pagamentos em atraso junto à empreiteira Sial, referentes às obras do Hospital Regional.

Em nota enviada há pouco, o Governo afirma que já teria pago R$ 3,3 milhões à Sial em setembro e que ainda estaria devendo duas medições, mas que a empreiteira ainda não havia emitido a nota fiscal e o pagamento não seria possível até que o documento fosse recebido.

Além disso, ainda segundo a nota, o Governo teria uma dívida de R$ 554 mil, cujo pagamento deve ser feito hoje, 15.

A nota oficial não informa se os pagamentos em atraso são referentes aos meses de maio, junho, julho e agosto, como alega a empreiteira.

É a quinta vez que os trabalhadores da Sial e os prestadores subcontratados pela empreiteira cruzam os braços apenas neste ano.

Confira nota enviada pelo Governo do Estado:

A obra do Hospital Regional de Três Lagoas é executada pela Agesul, com recursos da Secretaria de Estado de Saúde. A Secretaria de Estado de Saúde disponibilizou para a Agesul, em 11 de setembro, R$ 1,7 milhão; e mais R$ 1,6 milhão em 14 de setembro, referentes ao pagamento da 37ª e 38ª medições da obra do Hospital Regional de Três Lagoas.

Nesta terça-feira, 15 de setembro, está sendo feito o pagamento de mais R$ 540 mil. A empresa responsável pela obra ainda não emitiu as notas fiscais referentes à 39ª e 40ª medição, não sendo possível efetuar os repasses das mesmas.

Comentários