21/05/2019 14h19

“A economia nacional tem dado sinal de cansaço”, analisa o governador

Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou bem pessimista de Brasília (DF). O chefe do Executivo estadual adiantou que o governo federal deve anunciar mais cortes em investimentos e disse que se não houve plano de socorro aos estados, até o fim do ano, o País teve enfrentar caos econômico.

“A economia nacional tem dado sinal de cansaço. O desemprego está aumentando e atividade econômica diminuindo, isso é preocupante”, disse o governador durante o lançamento da Campanha do Agasalho dos Servidores Estaduais na manhã desta terça-feira (21).

Reinaldo fala até em resultado negativo para 2019. “A projeção era de 3% de crescimento em 2019 e já baixaram para 1,45%. Se a econômica continuar neste ritmo, pode haver caos no fim do ano”.

O chefe do Executivo disse ainda que a preocupação é geral e que governadores estão pressionando a União. “O sinal de alerta está aceso, por isso precisamos de ações compartilhadas com o governo federal. Os estados e municípios precisam de estímulo”.

O governador voltou a defender a importância de se aprovarem as reformas previdenciária e tributária. Segundo ele, são maneiras de garantir fôlego econômico e voltar a possibilitar investimentos.

Nessa segunda-feira (20), Reinaldo esteve em Brasília para reunião do Condel-Sudeco (Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste). O principal tema foram os recursos do FCO (Fundo Constitucional de Finanças do Centro-Oeste).

Governador Reinaldo Azambuja durante entrevista (Foto: Leonardo Rocha)

Comentários