18/04/2013 08h07 – Atualizado em 18/04/2013 08h07

O anúncio foi feito durante reunião do secretário Nacional de Defesa Civil, com a bancada federal do Estado, coordenada pelo senador Waldemir Moka

Da Redação

A Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional anunciou nesta quarta-feira (17) que o Governo federal vai ajudar os municípios atingidos pelas chuvas dos últimos dias em Mato Grosso do Sul. Estima-se que os prejuízos ultrapassem R$ 11 milhões.

O anúncio foi feito durante reunião do secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Azevedo, com a bancada federal do Estado, coordenada pelo senador Waldemir Moka, prefeitos e vice-prefeitos das cidades atingidas. A expectativa é que as primeiras ações para atender a população ocorram dentro de três dias.

Os prefeitos tiveram oportunidade de relatar os fatos ocorridos em suas cidades, apontar os estragos e as estimativas de prejuízos. O prefeito de Bela Vista, Abrão Zacarias, se disse impressionado com a força das águas. “Nunca vi uma situação semelhante em minha vida”, relatou.

Para receber os recursos, as prefeituras precisam ter acesso a um cartão da Defesa Civil, que será concedido somente àquelas que apresentarem a documentação exigida. “Os prefeitos têm que estar atentos porque exigimos a documentação correta e o cumprimento dos prazos”, alertou Azevedo.

O presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Douglas Figueiredo, destacou a organização dos prefeitos e a participação da bancada federal. Explicou que não apenas os municípios que estiveram presentes à audiência serão beneficiados, mas todos aqueles que sofreram com as enchentes.

Na reunião, ficou acertado que a triagem da documentação a ser entregue pelos prefeitos à Defesa Civil em Brasília será feita pelo gabinete do senador Moka.

Além de Moka, participaram do encontro o senador Ruben Figueiró, os deputados federais Akira Otsubo e Geraldo Resende, Vander Loubet e Reinaldo Azambuja, prefeitos e vice-prefeitos das cidades afetadas.

Os municípios em situação de emergência em Mato Grosso do Sul são Anastácio, Aquidauana, Batayporã, Bela Vista, Bonito, Caracol, Cassilândia, Chapadão do Sul, Deodápolis, Miranda, Naviraí, Nioaque e Porto Murtinho.

(*) Com informações de Assessoria de Comunicação

Bancada federal e prefeitos na reunião com a Defesa Civil em Brasília (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários