13/11/2006 09h13 – Atualizado em 13/11/2006 09h13

TV Morena

Com objetivo de divulgar as ações da atual gestão e das unidades de ensino da rede pública estadual, a Secretaria de Estado de Educação (SED), por meio da Coordenadoria de Educação Básica e de Educação Profissional (Coebep), lança nesta segunda-feira, dia 13, a Revista do Ensino Médio, publicação destinada à comunidade escolar e que será distribuída a alunos, professores, servidores da Educação e órgãos do governo. A gestora de Ensino Médio da SED, Veronice Lopes, explicou que a idéia é prestar conta do que a secretaria realizou e também dar visibilidade aos projetos que as escolas vêm desenvolvendo desde 1999. “É um registro e também mostra a transparência da secretaria, que fez todo o planejamento das ações”, destacou. Planejada em formato de revista, a publicação recebeu recursos de uma contrapartida do governo do Estado ao Projeto de Melhoria e Expansão do Ensino Médio (Promed), do Ministério da Educação (MEC). A Revista do Ensino Médio será apresentada à comunidade escolar pelo secretário de Estado de Educação, Hélio de Lima, às 20h15 (segunda-feira), juntamente com o Relatório de Ações da Gestão 2003-2006 e o Prêmio Destaque em Educação, durante o Encontro de Educadores da Rede Estadual de Ensino, que acontece nos dias 13 e 14, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande. Revista – Paralelamente aos programas oferecidos pela SED às escolas, cada instituição tem autonomia para criar e agregar a seus currículos projetos pedagógicos que tenham como objetivo explanar conteúdos das áreas de conhecimento levadas aos alunos, muitas vezes englobando a comunidade e o meio ambiente ao redor dos muros dos colégios. Para a captação dos projetos, a Gestão de Ensino Médio da SED solicitou, por meio de ofício, que as escolas enviassem à secretaria as ações fixas instituídas nas unidades, que respondessem a critérios como associação ao planejamento da Educação e destaque regional ou nacional. Muitas dessas propostas foram apresentadas com sucesso em eventos como o Fórum de Experiência do Ensino Médio, a Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre outros. Um exemplo desse reconhecimento é o projeto Reciclar é Preciso, implementado pela Escola Estadual João Carlos Flores, de Campo Grande. Criado pela necessidade de conscientizar os alunos e a sociedade da importância da reciclagem, como forma de preservação do meio ambiente, o projeto foi levado a Santa Catarina para ser exibido no I Fórum Regional de Experiências do Ensino Médio. Outra iniciativa de destaque é o projeto Comer Bem, Viver Bem, da Escola Estadual Padre João Greiner, também da Capital. A idéia de desenvolver nos alunos a capacidade de distinguir alimentos saudáveis foi vencedora do Prêmio Grupo Ciências, em 2003. Assim como a Escola Estadual Eufrosina Pinto, de Glória de Dourados, que recebeu gratificação de R$ 5 mil pela criação do Jornal Cultural, projeto que resgatou a história do município para toda a população.

Comentários