26/08/2019 10h42

Grupo “Elas” trabalha com empoderamento feminino por meio da geração de renda

Projeto acompanha mulheres que sofrem para inserção no mercado de trabalho e as sensibiliza sobre seu potencial e a capacidade de superar as dificuldades por meio do trabalho

Redação

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Prefeitura de Brasilândia realizou na última quinta-feira, 22, o segundo encontro do projeto “Grupo Elas”, dedicado exclusivamente para as mulheres que participam dos programas sociais oferecidos pelo órgão.

Segundo a coordenadora do CRAS, Rozenir Dias Limas, o projeto tem como objetivo de acompanhar mulheres que sofrem para inserção no mercado de trabalho, o que acaba dificultando o acesso a algum tipo de renda. Com isso, a equipe sensibiliza essas mulheres sobre seu potencial e a capacidade de superar as dificuldades vivenciadas por meio da geração de renda.

Os encontros acontecem uma vez mês ao mês com mulheres inseridas nos programas e referenciadas no CRAS E CREAS. Cada encontro será desenvolvido uma oficina ensinando as mulheres a produzir ou confeccionar um item.

No primeiro encontro foi trabalhada a sensibilização, com a história de mulheres que descobriram em meio à dificuldade a geração de renda. O CRAS recebeu a senhora Fátima Ortiz Auxiliadora, uma idosa de 65 anos de idade, que mantém todas as despesas básicas, inclusive o aluguel, com a produção de vendas porta a porta de salgados.

O segundo encontro contou com a apresentação da estagiária Raquel Matos sobre empoderamento feminino e logo em seguida foi oferecida uma oficina sobre sabão caseiro. Vale lembrar que as participações para as apresentações e oficinas são voluntárias.

Para saber mais sobre o projeto de como colaborar, as pessoas interessadas devem procurar o CRAS que fica na Avenida Av. São José, 178, bairro José Rodrigues da Silva.

Foto: Divulgação

Comentários