04/04/2018 07h24

Acron venceu a licitação da Petrobras, adquirindo o direito de continuar as obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados

Ricardo Ojeda

A grande novela iniciada em novembro de 2014, que deixou um trama de angústia e preocupação para mais de 178 fornecedores e colaboradores está chegando ao fim, com capítulos surpreendentes, principalmente para a economia do município de Três Lagoas.

De acordo com informações repassadas pelo senador Pedro Chaves (PRB), o conglomerado russo, Acron venceu a licitação da Petrobras, adquirindo o direito de continuar as obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados – UFN3 que estava com as obras paralisar as deste novembro de 2014.

De acordo com informações, o o grupo russo vai investir cerca de R$ 2 bilhões, porém devido ao desgaste natural de algumas peças esse valor poderá ampliar.

A retomada das obras deverá ser iniciadas nos próximos 60 dias, segundo informou Pedro Chaves que vinha acompanhando de perto as negociações. No total, seis empresas participavam da licitação de compra, porém no final restaram apenas duas, sendo batido o martelo pelos russos.

Essa negociação só foi possível, graças a aprovação pela Câmara de Vereadores de Três Lagoas que votaram favoravelmente, em caráter de urgência a aprovação da prorrogação do prazo para a conclusão das obras da fábrica. No total, 14 vereadores votaram a favor do projeto enviado pelo prefeito, Angelo Guerreiro.

Por sua vez, o governador Reinaldo Azambuja também deu a contrapartida do Estado, publicando o decreto concedendo 90% de incentivos fiscais ao investidor que adquirisse a UFN3. Agora é só aguardar os próximos capítulos.

Acron venceu a licitação da Petrobras, adquirindo o direito de continuar as obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (Foto:Divulgação)

Comentários