14/08/2017 14h41

Vítima tinha 32 anos e seu corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição

Lucas Gustavo

Em Três Lagoas, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de assassinato como a causa da morte de Anderson Barbosa Bezerra, de 32 anos. O corpo dele, em avançado estado de decomposição, foi encontrado na tarde de ontem (13). O cadáver estava em uma mata da região conhecida como cascalheira e apresentava sinais de tiros.

Em entrevista ao Perfil News nesta segunda-feira (14), o delegado Juvenal Laurentino Martins explicou que Anderson, segundo familiares, havia desaparecido. O reconhecimento do corpo foi feito por um tio do homem, por meio de uma tatuagem que ele tinha em um de seus braços.

Conforme o delegado, somente com as investigações será possível descobrir a autoria do crime e o motivo.
Ele adiantou que a Polícia Civil que aguarda os laudos ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) para instaurar o inquérito.

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) como homicídio simples.

Delegado Juvenal Laurentino Martins registrou o caso no plantão da Depac. (Foto: Lucas Gustavo/ Arquivo/ Perfil News).

Comentários